Blumenau deixa Superliga para surgir o Londrina/Sercomtel/Mart Minas

Através de um comunicado oficial, a Associação Blumenau Pró-Vôlei, anunciou que não disputará a Superliga 2011/2012 pela cidade, optando por uma parceria com o Instituto Pró Esporte de Londrina. A decisão ocorreu após uma reunião entre a diretoria do clube, executivos de empresas patrocinadoras e representantes do município catarinense.

“A cidade passou por mais uma catástrofe (enchentes) e tem, no momento, prioridades maiores”, declarou André Donegá, presidente e treinador do Blumenau Pró-Vôlei, que acredita num retorno a Blumenau para a temporada 2012/2013.

“Com isso teremos mais tempo para captar mais patrocinadores e permitir a volta em condições semelhantes a dos adversários (...) Manteremos uma equipe de ponta para representar Blumenau nas competições locais e regionais (...) Eles (torcedores) nos acompanharam diariamente, vibraram com nossas vitórias e nos deram incentivo nos momentos de dificuldade. Queremos continuar mantendo esses laços estreitos com todos, mesmo à distância”, explicou o técnico, já que a parceria com o Londrina será apenas para a próxima edição da Superliga.

A parceria com o clube paranaense prevê o empréstimo da comissão técnica e de oito atletas da atual equipe que venceu a Liga Nacional e foi vice-campeã do Campeonato Catarinense. Com um investimento de R$ 350 mil, a rede mineira de supermercados Mart Minas e a Lupo estarão na camisa do clube, assim como a Sercomtel, que segue com o vôlei londrinense. A empresa de telecomunicação, através do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe), colocará R$ 500 mil na equipe. Além disso, um novo patrocinador será anunciado até a próxima sexta-feira.

''O dinheiro deste patrocinador, cerca de R$ 400 mil, seria exclusivo para o pagamento da dívida (...) É um orçamento um pouco menor, mas é suficiente, porque não teremos alguns gastos com estrutura e hospedagem que tivemos no primeiro ano da equipe”, revelou Luiz Maccagnan, presidente do Instituto Pró Esporte de Londrina.

Com o nome de Londrina/Sercomtel/MartMinas, a intenção da diretoria é acertar a dívida da temporada passada o mais rápido possível. Logo depois, o objetivo é fortalecer o elenco, porém com a folha mensal dos atletas não ultrapassando R$ 90 mil, redução superior a 30% dos gastos passados.

foto: Alexandre Arruda/CBV/Divulgação

Comentários

  1. Sesi
    Sada
    Volei Futuro
    Minas
    Cimed
    Montes Claros
    Medley
    Londrina
    São Bernardo
    RJX

    Faltam 2 vagas...

    Se a UFJF garantir a sua, faltam uma.

    Mas como não acredito nesta possibilidade, devem ocupar estas vagas remanescentes:

    Volta Redonda
    Sogipa

    Ao Santo André deve restar a superliga B, na qual inclusive não acredito que entre como favorito...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações