Na despedida de Nalbert, RJX estréia perdendo para Cimed/Sky

Nesta quinta-feira, no ginásio do Maracanãzinho, o RJX fez sua apresentação ao torcedor carioca em um amistoso contra o Cimed/Sky. Mesmo sendo uma partida de exibição, foi possível ver o quanto esses dois clubes entrarão forte para a Superliga 2011/2012. O resultado, talvez o que menos importou, foi de 3 sets a 2, parciais de 25/17, 25/19, 18/25, 16/25 e 13/15 para os catarinenses, porém o importante foi o retorno, após o 14 anos, de uma equipe de alto rendimento masculino na capital fluminense.

O primeiro set iniciou com Nalbert (homenageado da noite) mostrando grande motivação nesta despedida oficial em quadra. Com os dois times forçando o saque, o que mais se vi eram jogadas de segurança nas pontas e muito equilíbrio no placar. O primeiro tempo técnico chegou com 8 a 7 para a equipe de Florianópolis. Com grandes nomes de cada lado, a partida não poderia ser mais disputada e era difícil ver alguém abrir dois pontos de vantagem. Entretanto, o bloqueio do RJX cresceu na metade do set, principalmente com Riad e o time chegou a 19 a 14. No final, os cariocas foram administrando até fechar com 25 a 17. 

Antes do segundo set começar, Nalbert recebeu uma placa das mãos de Ary Graça, presidente da CBV, uma merecida homenagem ao grande jogador. Com a bola em jogo, o RJX manteve o ritmo forte e ira preocupando Marcos Pacheco, pois o placar apontava 8 a 4, porém o Cimed/Sky reagiu e encostou em dois pontos. Com o passar da partida, os jogadores iam se soltando e utilizando suas principais características. Dante e Giba eram pouco acionados, mas quando necessário estavam presentes. Os cariocas pareciam mais entrosados e abriram 17 a 14, no final, destaque para os saques táticos e o bloqueio bem postado, principalmente de Théo. No final, 25 a 19.

O terceiro set iniciou com o Cimed/Sky disposto a estragar a festa, colocando 5 a 1 no placar. Os cariocas chegaram a reagir, apostando no saque forte e no entrosamento de seus atletas que defendem a Seleção Brasileira. Entretanto, os catarinenses abriram cinco pontos, chegando a 15 a 10. Giba, com grande explosão física, pedia bola e chama a responsabilidade para si. O oposto Rafael, que atuava improvisado como central, era pura determinação e junto com os companheiros fechou o set em 25 a 18. 

O Cimed/Sky iniciou o quarto set da mesma maneira que terminou o anterior, isto é, com força no saque e aproveitando os contra-ataques. Com 8 a 5 no placar, os catarinenses iam se empolgando a cada ponto, e a vantagem aumentando, com destaque para Renato (cinco pontos de bloqueio). O RJX parecia apático em quadra, enquanto Bruninho e companhia abusavam das jogadas de ponta, aplicando 17 a 10, Com grande aplicação tática, o time de Florianópolis impôs seu jogo e fechou em 25 a 16.

No quinto e decisivo set, os dois times entraram forçando novamente o saque e evitando os erros de ataque. A torcida empurrava o RJX, enquanto a arbitragem, mesmo em um jogo festivo, tinha muita responsabilidade nos lances. O jogo era equilibrado e o placar 7 a 7 indicava isso, dando a partida um tom meio dramático. Com Bruninho mostrando porque é o titular da Seleção Brasileira e Rivaldo soltando o braço, o Cimed/Sky venceu com 15 a 13. 

RJX e Cimed/Sky devem confirmar um novo amistoso, na próxima quinta-feira, no Capoeirão, em Florianópolis. Depois, os cariocas devem realizar uma pré-temporada em Minas Gerais, enquanto os catarinenses vão focar nos trabalhos técnicos e táticos.

Equipes: 

RJX: Marlon, Théo, Dante, Nalbert (homenageado); Thiago Sens, Riad, Lucão e Allan (líbero)
Técnico: Marcos Miranda

Cimed/Sky: Bruninho, Rivaldo, Giba, João Paulo, Renato Felizardo, Rafael e Badá (líbero)
Técnico: Marcos Pinheiro

foto: RJX/Divulgação

Comentários