(Jogos Militares) Brasil vence Irã e pega a China na final

Depois de fechar a fase de classificação de forma invicta, o Brasil entrou nas semifinais para enfrentar o Irã. A equipe verde-amarela iniciou a partida irreconhecível, mas se recuperou e de virada venceu por 3 sets a 1, parciais de 22/25, 25/20, 25/17 e 25/14. Com o resultado, a Seleção Brasileira chega para a decisão dos Jogos Mundiais Militares neste sábado, às 19h, para enfrentar a China, que passou pela Coréia.

O primeiro set iniciou bem disputado com as duas seleções errando o mínimo possível. Entretanto, a recepção brasileira começou a falhar e o Irã abriu em 10 a 6. O Brasil parecia nervoso em quadra, sendo que o oposto Paulo Victor só fez seu primeiro ponto com 12 a 8 para os adversários. Os árabes provocavam na rede, enquanto o time da casa se desconcentrava. Entretanto, os brasileiros recuperaram a confiança e viraram a partida para 17 a 16, mas logo depois voltaram a vacilar no passe e com um bloqueio o Irã fechou em 25 a 22. 

Com o péssimo inicio de partida, o que se esperava era a reação do Brasil, mas logo de cara o Irã abriu 5 a 2 no segundo set. Isso até abalou o torcedor no Maracanãzinho, mas o time do técnico Flavio Marinho, com uma boa serie de saques de Paulo Victor virou o placar para 7 a 6. O fundamento bloqueio não aparecia do lado verde-amarelo, porém o emocional dos jogadores já voltava a ser positivo. A partir daí, o jogo ficou equilibrado, com os dois times forçando o saque e evitando dar pontos de graça ao adversário. O placar ficava ponto a ponto como no 17 a 17 até que o Brasil abriu dois pontos e com um show de bloqueio de Douglas Cordeiro fez 25 a 20.

O terceiro set teve o Irã agredindo bastante, mas logo perdendo o fôlego com o bom jogo mostrado pelo Brasil, que foi bem para o primeiro tempo técnico. Concentrados, os brasileiros mostraram porque chegaram as semifinais de forma invicta e forçando o saque chegaram a abrir quatro pontos. Com o placar em 19 a 15, o Brasil foi administrando o resultado indo com tranquilidade e eficiência ao final. No ponto decisivo, os iranianos jogaram para a fora e 25 a 17. 

Se vencesse o quarto set, o Brasil estaria na decisão e por isso foi com tudo para cima desde o início. Sem dar chances para uma reação do Irã, os brasileiros colocaram em prática o jogo de saque forte e aproveitamento de contra-ataques. Além disso, o bloqueio voltou a funcionar com Vini e Douglas Cordeiro. Com o placar de 16 a 8, o torcedor só aguardava o final do set para comemorar mais uma vitória verde-amarela. O jogo era dominado pelos brasileiros chegando a 19 a 10. No final, 25 a 15 e classificação.

Iniciaram a partida pelo Brasil: Vinhedo, Paulo Victor, Vini, Douglas Cordeiro, Thiago Sens, Renato e Lukinha. 

foto: Leticia Pontual

Comentários