(Jogos Militares) Arrasador, Brasil atropela o Chipre

Em seu último jogo da fase de classificação, o Brasil enfrentou o fraco time do Chipre e não tomou conhecimento. Com uma escalação diferente da que vinha iniciando as partidas, a Seleção Brasileira fez 3 sets a 0, parciais de 25/8, 25/16 e 25/13. Com a primeira colocação no Grupo, a questão agora é saber quem será o adversário da semifinal dos Jogos Mundiais Militares.

O primeiro set foi o mais um dos mais rápidos do Brasil até aqui. Com saques fortes, principalmente de Anderson e as boas jogadas de meio do levantador Gelinski, a equipe verde-amarela não dava uma chance de reação ao Chipre. Os jogadores brasileiros mostravam dedicação a cada ponto, independente da qualidade do adversário, e foram recompensados com um placar final de 25 a 8. 

O Chipre entrou no segundo set disposto a pelo menos encerrar a sua participação no torneio com dignidade e começou a arriscar. O placar, em nenhum momento, esteve contra o Brasil, que mesmo errando alguns saques e contra-ataques mantinha a tranquilidade e o domínio. A recepção brasileira, que demonstrou problemas, não chegava a comprometer, já que o adversário cometia erros bobos. No final, 25 a 16.

O terceiro set foi novamente de domínio brasileiro, com o primeiro tempo técnico finalizado em 8 a 3. O Chipre chegou a reagir deixando o placar mais próximo em 13 a 9, mas isso não abalou os jogadores do Brasil. Confiantes e ainda contando com os erros adversários, os comandados de Flávio Marinho fecharam em 25 a 13. 

A escalação inicial do Brasil teve Gelinski, Anderson, Gaúcho, Alemão, Giovanni, Douglas Cordeiro e Lukinha. Além dos brasileiros, a Coréia do Sul também se classificou pelo menos grupo para as semifinais. 

foto: Alexandre Loureiro/Jogos Mundiais Militares

Comentários