Cimed/Sky vence amistoso contra o Vivo/Minas

Um dia após a apresentação do novo elenco, a Cimed/Sky venceu o amistoso diante do Vivo/Minas por 3 sets a 1, parciais de 25/22, 25/21, 23/25 e 25/23., na noite de sexta-feira, no ginásio Capoeirão. O técnico Marcos Pacheco teve que improvisar o líbero Badá minutos antes de começar a partida, já que o ponteiro Léo sentiu dores no abdômen e foi poupado. 

“Conseguimos evoluir muito do amistoso de quinta-feira (a Cimed/Sky perdeu por 2 a 0) para sexta-feira. A vitória foi merecida e o que me agrada é começar o trabalho olhando para o banco e vendo quem está de fora apoiando quem está dentro da quadra. Tive colocar o Badá para preencher a posição e considero ele o destaque da partida, já que nos treinamentos a atual posição dele não permite treinar os fundamentos que teve de fazer hoje”, afirmou Pacheco. 

Para Badá a posição de ponteiro sempre foi a sua especialidade, mas como está desde abril sem treinar ataque e bloqueio, precisou buscar superar o desafio. 

“Ontem foi a minha primeira partida como líbero e hoje já tive que voltar para a posição. A dificuldade foi maior por não estar treinando salto e ataque, porque a técnica da posição sempre foi a minha especialidade”, declarou Badá. 

Outro jogador que teve preciso exigir um pouco mais do físico para conquistar a vitória foi Giba. Há dez dias sem treinar, o ponteiro chegou ontem de viagem de férias e jogou três sets praticamente completos na partida. 

“Quero me dedicar ao máximo ao time e estar preparado para ajudar a equipe que me recebeu muito bem. Como os calendários da seleção e do clube exigem bastante na temporada, precisei tirar as férias agora. Tenho certeza que em breve estarei aqui tão preparado quanto estava na Liga Mundial pela seleção e apresentar o meu melhor voleibol para esta torcida maravilhosa”, concluiu Giba. 

foto: Hermes Bezerra

Comentários