Renan volta ao Brasil para dar cara nova ao BMG/São Bernardo

Destaque da última Superliga por ter um time jovem e competitivo, o BMG/São Bernardo quer melhores colocações na temporada 2011/2012. Para isso, o clube investiu em atletas conhecidos do técnico Rubinho, que pretende manter a media de altura alta do time e dar mais velocidade ao jogo da equipe, que teve o fundamento bloqueio o seu maior chamariz na competição nacional. 

Do elenco antigo saíram Mauricio, Guilherme Hage e Fidele, mas foram contratados: Mineiro, Alemão, Matheus, Felipe e, principalmente, o levantador Renan, que chega para dar uma nova cara para o BMG/São Bernardo. Depois de três anos defendendo o Benfica, de Portugal, o jogador de 26 anos chega com a missão de apresentar em quadra o que aprendeu nestes anos de Europa. 

“Fui para Portugal em busca da experiência que muitos falavam que me faltava. Acredito que consegui essa experiência e por isso optei em voltar para o Brasil (...) É praticamente uma volta para casa, pois joguei na base aqui de São Bernardo na época do Santander e conheci muitos que hoje estão no time principal como o Isac e o Renan Buiatti”, declarou Renan. 

Renan comentou sobre a qualidade do seu xará, o oposto de 2.17m Renan Buiatti, com quem utilizará as bolas de segurança do clube. O jovem atacante é apontado como um possível destaque visando os Jogos Olímpicos do Rio/2016. 

“No meu último ano de juvenil, em 2005, conheci o Renan. Sabia que ele teria muita evolução. Acompanhei o desempenho dele na temporada passada e ele tem tudo para se tornar um grande jogador”, disse o levantador, que comparado ao companheiro pode ser considerado ‘baixinho’, já que tem 1.86m. 

O treinador Rubinho, que não estará comandando o BMG/São Bernardo nos Jogos Abertos Brasileiros e no Paulista, devido ao seu trabalho como auxiliar da Seleção Brasileira, acredita que Renan será uma espécie de ‘termômetro’ do time, já que ele, mesmo jovem, será um dos mais rodados do elenco. 

“Vim para deixar o time com outro tipo de jogo, mais rápido, explorando nossas qualidades. Agora é treinar para afinar nossas jogadas (...) Confio muito na comissão técnica daqui. Trabalhei com o Alê (hoje assistente técnico de Rubinho e que será o comandante no Paulista) na equipe Juvenil e também com o Rubinho no adulto e um pouco na seleção de novos e por isso estou confiante”, finalizou Renan.  

foto: SM Press/Divulgação

Comentários