Náutico/Araraquara tenta reativar vôlei profissional

Atualmente uma parceria entre a Fundesport, Clube Náutico e Vôlei Sol prepara jovens pensando no futuro, mas a intenção é em breve ter uma equipe profissional, que possa servir de espelho em Araraquara.  São quase 200 atletas, que recebem instruções de ex-jogadores como Balu, Kalé e Aimar, a expectativa é que um patrocinador grande, como aconteceu nos tempos da Lupo, queira apostar na cidade novamente.

“Estamos tentando, de todas as formas, trabalhar para tentar voltar com o time adulto. O trabalho de base é muito importante, tira as crianças da rua, dá oportunidade a elas, mas, quando elas forem se formar como atletas e atingir os níveis de competição, vão acabar indo para outros times. A cidade acaba perdendo", afirmou Raí de Paula, presidente da Associação de Voleibol de Araraquara (AVA). 

Segundo Jair Martinelli, secretário de Esportes de Araraquara, a Fundesport faz seu papel dando suporte na própria base, e que a equipe adulta precisa de recursos para andar com suas próprias pernas.

"Juntando as escolinhas e as categorias de base, são mais de 600 integrantes. Não temos condições de manter um time profissional. Para isso é preciso patrocínio", esclareceu. 

Curiosamente, o time de futebol Grêmio Araraquara anunciou que no segundo semestre deste ano, a agremiação vai abandonar o futebol e passará a disputar os campeonatos estaduais e nacionais de vôlei. Se isso vai vingar ou não só o tempo dirá.

foto: Claudio Dias/Araraquara.com

Comentários