quarta-feira, 18 de maio de 2011

Mudança na pontuação da Superliga gera bons comentários

A próxima Superliga promete ser bem disputada como aconteceu na última temporada. Além dos clubes mostrarem força na hora de contratar, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) resolveu melhorar o sistema de pontuação, como já acontece na Itália, Turquia e Japão. Agora, vitória por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1, dará três pontos ao ganhador e o perdedor não soma nada. Caso o placar for 3 sets a 2, o vencedor somará dois pontos e o time que perder leva ponto.

A palavra utilizada pelo presidente da CBV, Ary Graça, para justificar a mudança é ‘equilíbrio’. Para o dirigente, a nova pontuação servirá de estimulo, principalmente, as equipes de médio porte, na hora de enfrentar os grandes clubes e, em entrevista ao LanceNet, afirmou que gostaria de ter visto isso anteriormente. 

“Eu queria ter implantado este sistema antes, mas fui voto vencido, pois ouvi a opinião dos técnicos sobre assuntos extra-quadra. Agora, não vou mais ouvir mais. O mundo está usando isso, a FIVB também. Então, decidi que na próxima temporada vai ser assim e acabou”, declarou Ary Graça. 

Do lado dos treinadores brasileiros, Cacá Bizzocchi, do Medley/Campinas, explicou que o sistema vem em boa hora no voleibol, mas ressaltou alguns detalhes sobre a nova regra da pontuação. 

“Não sou contrário a nenhuma novidade, desde que seja estudada, como é o caso dessa regra, e acho bacana o propósito de motivar as equipes a levarem a partida para o quinto set e tornar o jogo ainda mais disputado. Mas, por outro lado, a dinâmica do vôlei não é tão lógica. Um jogo de 3 a 2 não significa que o nível das duas equipes é muito próximo”, afirmou Bizzocchi.

foto: CBV/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário