Investimentos devem diminuir no Vôlei Futuro

Terceiro colocado na Superliga 2010/2011, o Vôlei Futuro poderia comemorar esse resultado, o melhor da sua história. Entretanto, para alguns membros da diretoria a derrota na semifinal não estava nos planos e o investimento feito na equipe masculina pode ter uma redução para a temporada seguinte. A equipe deve ter uma pontuação total do ranking da CBV mais baixa, porém ainda com nomes consagrados como o levantador Ricardinho e o central Lucão. 

As mudanças começaram com a dispensa do oposto Leandro Vissotto. Para o seu lugar foi contratado Lorena, do San Guistino na Itália, mas o cubano Camejo, que este ano atuou como ponteiro, pode aparecer na função devido a sua força. Outros que ficam em Araçatuba são o central Michael e o ponta Dentinho.

“Está todo mundo voltando para o Brasil e eu fui embora na temporada passada, mas tudo tem um aprendizado (...) Tenho 31 anos, estou na melhor fase fisicamente”, afirmou Lorena. 

De novidades chegam o central Mauricio, que estava no BMG/São Bernardo, o ponta Bob, que atuava no Castellana Grotte, time intermediário da Itália, e o também ponta Manius, ex-BMG/Montes Claros, além do levantador Everaldo e do oposto Leozão, que jogaram a última Superliga pelo Volta Redonda. 

Por outro lado deixam o clube o ponta Mineiro, que foi para o BMG/São Bernardo, e possivelmente o líbero Mario Jr. A diretoria não confirma, mas o jogador, mesmo com dois anos de contrato, pode acabar sendo dispensado para diminuir custos.

foto:  San Guistino/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro