domingo, 27 de julho de 2014

Unoesc fatura Jogos Universitários Catarinenses de forma invicta

Neste mês de julho a cidade de Tubarão recebeu os Jogos Universitários Catarinenses (JUCS) e o destaque ficou por conta da Aprov/Unoesc/Angel Lira, que conquistou o título do voleibol masculino de forma invicta. Na decisão, que ocorreu no dia 19, a equipe do técnico Décio Haubert Júnior derrotou a Esucri/Içara por 3 sets a 1, que ficou com a medalha de ouro em 2013.

Na campanha para o título, a Aprov/Unoesc estreou com vitória por 3 sets a 0 contra a Unisul e garantiu vaga para a fase seguinte ao bater a Univali também por 3 sets a 0. Já na semifinal, a vitória veio diante da Udesc também por 3 sets a 0. Com o título, a equipe do oeste catarinense garantiu vaga nos Jogos Universitários Brasileiros, que acontecerão de 30 de outubro a 9 de novembro em Aracaju.

Ainda sem data oficial para começar, o Campeonato Catarinense deve ter a participação de quatro equipes: Aprov/Unoesc/Angel Lira; Içara/Esucri; Blumenau/Pro vôlei e SCVC/Funesj. A expectativa é que até a tabela seja divulgada até a primeira quinzena de agosto.

foto: Divulgação

Voleisul tem reforços dentro e fora de quadra para a temporada

Depois da apresentação oficial do elenco e da comissão técnica, o Voleisul/Paquetá Esportes segue mostrando algumas novidades para a temporada 2014/2015. Em quadra, o destaque fica por conta da chegada do central Silvio Satiro, que disputou a Superliga passada pelo RJ Vôlei. Já fora dela, a atenção se volta ao programa utilizado pelo estatístico Max Alberti, que monitora os jogadores.

O central Silvio Satiro chega ao Voleisul/Paquetá Esportes com a experiência de quem já atuou fora do país, no caso Portugal, Suíça e Espanha, além de conhecer o voleibol gaúcho por ter atuado duas temporadas no Bento Vôlei. Ele terá a concorrência na posição dos também experientes Aureliano e Fernandão, além do jovem Rafael Franco.

“Na temporada passada, a equipe fez uma ótima campanha e conquistou o vice-campeonato da Superliga B. O desafio de continuar esta caminhada e buscar vaga na Superliga A é grande (...) O time se forma no dia a dia dos treinamentos, é quando podemos dar um toque para os mais novos”, observou Silvio Satiro.

Quanto a nova tecnologia utilizada pelo Voleisul/Paquetá Esportes, trata-se do programa Data Vôlei e Data Video, que ajudam na observação dos atletas da equipe e dos adversários em tempo real. Max Alberti, que teve a oportunidade de aprender mais sobre o software com o estatístico da seleção argentina, Genaro Lopez, será o responsável por traduzir esses dados para o técnico Paulo Roese. 

“É um dos melhores programas do mundo, que consegue avaliar cada ação de até sete maneiras diferentes (...) Eu só irei operar os códigos do programa. Todas as informações serão passadas ao treinador e ele que decidirá quais serão uteis ao time”, declarou Max Alberti, em entrevista ao jornal NH. 

foto: Voleisul/Divulgação

Em clima descontraído, André Heller se despede das quadras

Em clima de confraternização e amizade, o ginásio do Taquaral, que estava completamente lotado, recebeu o jogo entre Brasil Kirin e André Heller, que marcou a despedida do central campeão olímpico das quadras. O evento contou com ações de interação com a torcida, homenagem ao massagista campineiro Luizão e bom voleibol.

Dentro de quadra, as equipes jogaram se divertindo e mantiveram o equilíbrio nos três sets disputados. No final da partida, que também marcou a apresentação oficial do time campineiro para a temporada, o combinado Amigos de André Heller venceu por 2 sets a 1, parciais de 28/26, 24/26 e 25/21.

O jogo começou com um clima de amizade, mas cheio de provocações por parte das duas equipes, que alternavam pontos e se estudavam. O time da casa teve um início mais forte e chegou a ficar três pontos na frente no placar. Porém, após a primeira parada técnica, a partida se equilibrou e os Amigos de André Heller começaram a se mostrar mais ofensivos. O resultado foi a volta da troca de pontos, com Dante comandando os ataques do time de Heller. O set de abertura foi assim até o final e terminou em 28 a 26 para o time Amigos de André Heller.

A segunda parcial teve o mesmo clima e equilíbrio. Se divertindo em quadra, as equipes se alternaram na frente do marcador do início ao fim. André Heller chegou a fazer um ace no meio do set muito comemorado pela torcida que, como de costume, deu seu show à parte no Taquaral. No final do segundo set, Wallison, atleta da base do Vôlei Brasil Kirin, fez um ace para fechar a conta: 26 a 24.

No set final, os dois times jogaram bem e se mantiveram próximos no placar até o vigésimo ponto. A partir daí, o Amigos de André Heller cresceu em quadra e fechou o placar por 25 a 21. No próximo dia 29, o ginásio Taquaral recebe a primeira partida oficial da temporada, quando o Brasil Kirin enfrenta o Rio Claro, às 19 horas, pela Copa SP.

“Hoje relembrei momentos marcantes da minha carreira com pessoas importantes da minha história. Mais uma vez agradeço demais a todos que vieram prestigiar esse evento e aos amigos que estiveram ao meu lado. Emocionante, só isso”, declarou André Heller, que atualmente ocupa o cargo de coordenador técnico do Brasil Kirin.

Equipes:

Amigos de André Heller:
Levantadores: Bruninho (Modena) e Maurício Lima
Ponteiros: Nalbert, Dante (Taubaté), Kid, Diogo (Maringá) e Virna
Opostos: Wallace (Sada Cruzeiro) e Joel
Centrais: Heller, Éder (Sada Cruzeiro) e Axé
Líbero: Serginho (Sesi-SP)
Técnico: Bernardinho / Assistente: Pacheco

Brasil Kirin:
Levantadores: Sandro e Jotinha
Ponteiros: João Paulo Bravo, João Paulo Tavares e Ary
Opostos: Wallace e Gregore (Baiano)
Centrais: Vini, Gustavão, Luizinho e Michael
Líbero: Alan
Técnico: Alexandre Stanzioni / Assistente: Peu

foto: Brasil Kirin/Divulgação

sábado, 26 de julho de 2014

Com foco nos jovens, Nery Tambeiro trabalha pesado no Minas

Os treinamentos do Minas Tênis Clube seguem a todo vapor de olho no Estadual e na Superliga 2014/2015. Com um elenco bastante reformulado e com vários jovens, o técnico Nery Tambeiro vem trabalhando por etapas para alcançar o melhor desempenho de todos e, principalmente, o entrosamento ideal para as competições da temporada.

“Estamos treinando em ritmo intenso, trabalhando situações adversas, como o bloqueio triplo e duplo, visando ajustar os detalhes do ataque e o entrosamento maior com o passar dos treinos (...) Fizemos uma pré-temporada muito boa. Com muitos deslocamentos na caixa de areia e vários trabalhos físicos. A equipe está bem preparada para os treinos da temporada. Neste início, o foco é mais nos atletas juvenis, que ainda estão em processo de formação e precisam de mais atenção. É claro, que também oriento os mais experientes. Porém, eles estão mais acostumados com o ritmo de treinos”, afirmou Nery Tambeiro.

“Agora é a hora de buscar bem o entrosamento. Eu como levantador tenho que ir adaptando as bolas para cada um dos atacantes. Já atuei com o Otávio, Pétrus e Franco, então já sei mais ou menos como eles gostam do levantamento. Temos que alinhar tudo isso para chegarmos bem nas competições”, disse o levantador Everaldo.

Quanto ao Campeonato Mineiro, que inicia em 23 de agosto, e terá a presença de quatro times (Minas Tênis Clube, Sada/Cruzeiro, Montes Claros e UFJF), o Nery Tambeiro admitiu que a equipe estará preparada para a competição, já que iniciou as atividades cedo (inicio de junho), porém o ritmo de jogo é algo que pode pesar, principalmente nas primeiras partidas.

“Começamos a treinar muito cedo. Acredito que entre todos os participantes do Estadual fomos os primeiros a começar os trabalhos. Sabíamos dos nossos problemas para contratar e que teríamos um time com muitos atletas juvenis. Ainda teremos muito tempo para continuar com a evolução do nosso trabalho para fazermos um bom campeonato”, analisou o treinador.

foto: Minas Tênis Clube/Divulgação

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Canoas segue em busca de patrocinadores para fechar orçamento

Nas últimas semanas muito se perguntou sobre o futuro do Kappesberg/Canoas, já que vários atletas que estavam no elenco da temporada passada já acertam com outros clubes. Além disso, a equipe gaúcha ainda não anunciou nenhuma renovação e nem contratações, mesmo tendo sido confirmada na disputa do Estadual, com previsão para iniciar em setembro, e da Superliga 2014/2015, que deve começar em outubro.

A diretoria do Canoas Vôlei vem trabalhando nos bastidores para fechar o orçamento da temporada, inclusive acertando valores com apoiadores e patrocinadores, como no caso da empresa de Moveis Kappesberg, que está há dois anos com o projeto como incentivador máster. A boa notícia e que em nenhum momento foi cogitada a possibilidade do time fechar suas portas, já que existe grande aceitação da cidade (torcedores e prefeitura) e do La Salle (parceiro estrutural).

Quanto a elenco ainda não é oficial, mas o ponteiro Roberto Minuzzi, o central Gustavo e o líbero Jeffe, que participam também da gestão do time devem continuar por mais uma temporada em quadra. Quem também pode ficar é o oposto cubano Dennis, que já manifestou interesse de seguir no clube. Já o levantador Murilo Radke teria uma proposta do voleibol italiano e pode sair. 

Quem já deixou o clube foram o levantador Rafinha, que foi para o Voleisul/Paquetá Esportes; os centrais Giovanni, que acertou com o Bento Vôlei, e Salsa, que foi para Montes Claros; o oposto Luan, que vai atuar pelo Ziober/Maringá, além dos ponteiros Enrico e Bruno Temponi, que atuarão no voleibol italiano. Especula-se que dois jogadores estariam bem próximos de Canoas, casos do levantador Paulo Renan, que estava no Brasil Kirin, e do central Tiago Barth, que disputou a última Superliga pela Funvic/Taubaté.

No quesito especulação se fala muito que Marcelinho Ramos pode voltar a ser assistente-técnico e Marcos Miranda, que esteve a frente do RJX na temporada 2011/2012, assumiria como novo comandante do time gaúcho. O certo é que a diretoria do Canoas trabalha para não só para ter um time competitivo, mas para acertar com parceiros que possam ajudar na formação das categorias de base.

foto: Alexandre Arruda/CBV

Despedida de André Heller terá grandes estrelas e muito voleibol

Neste sábado, às 19h30min, ocorre a partida entre Brasil Kirin e Amigos de André Heller, no ginásio do Taquaral. O duelo marca a apresentação oficial do time de Campinas ao público e a despedida do central campeão olímpico das quadras. Pelos nomes confirmados, o jogo tem tudo para agradar quem gosta de bom voleibol, ainda mais com a possibilidade de ver grandes atletas do esporte em ação.

“Tenho muitos amigos no vôlei. Acredito que os que jogarão ao meu lado neste dia vão representar bem cada geração e também os que infelizmente não poderão participar devido a compromissos já agendados. Agradeço demais a todos por esse momento único”, disse André Heller.

Para se ter uma ideia, na equipe de André Heller estarão os levantadores Bruninho e Maurício Lima, os ponteiros Nalbert, Dante, Kid, Diogo e Virna; os centrais Éder e Axé; os opostos Wallace e Joel, além do líbero Serginho. Todos eles serão comandados por Bernardinho, que terá Marcos Pacheco como assistente. 

No caso do Brasil Kirin, o técnico Alexandre Stanzioni terá a oportunidade de testar seu elenco, principalmente aqueles que chegaram nesta temporada como o oposto Wallace Martins, o levantador Sandro e os centrais Luizinho e Michael. Infelizmente, até o momento não fomos informados se alguma emissora transmitirá a partida.

foto: Brasil Kirin/Campinas

Em amistoso equilibrado, São José dos Campos vence Sesi-SP

São José Vôlei e Sesi-SP entraram em quadra na última quinta-feira para um amistoso com objetivo de testar seus elencos para a temporada 2014/2015. Depois de muita disputa, a equipe do Vale do Paraíba venceu por 3 sets a 1, parciais de 25/16, 25/21, 21/25 e 25/22, em um ginásio completamente lotado. O jogo, além de equilibrado, serviu para ver as novas formações das equipes e já planejar a estreia para o Copa SP, que inicia no final do mês.

“O jogo foi importante em vários aspectos. A equipe base imprimiu ritmo, com comportamento legal, bloqueio funcionando muito bem. A segunda formação entrou um pouco desligada, mas a partir do meio do terceiro set começou a comandar o jogo no nível de concentração ideal”, analisou o técnico Reinaldo Bacilieri.

“Achei que o jogo foi bom, a gente precisava jogar bem para começar a temporada com pé direito. Estamos nos encontrando cada dia mais, trabalhando firme todos os dias. Foi meu primeiro jogo aqui, foi gostoso sentir a torcida, esperamos continuar assim a temporada toda”, disse Moises, maior pontuador da partida.

“O Sesi teve uma grande transformação, talvez a maior dos cinco anos da história do alto rendimento no time. E ainda estamos um patamar atrás do São José em termos de preparação, porque este é efetivamente o primeiro jogo de nossa temporada”, afirmou o coordenador da equipe paulistana, José Montanaro.

foto: Tião Martins/PMSJC.

Bento Vôlei anuncia contratação de levantador Elder

Mais um nome foi confirmado para o novo elenco do Bento Vôlei, que disputará Campeonato Gaúcho 2014 e a Superliga B 2015. Depois do oposto Tuba e o central Giovanni, a diretoria do clube anunciou o levantador Elder, que disputou temporada pelo Voleisul/Paquetá Esportes. O jogador de 25 anos foi vice-campeão da última Superliga B com a equipe de Novo Hamburgo e tem a experiência de ter atuado em equipes como Banespa, São Bernardo e Santo André.

“Joguei contra o Bento Vôlei em Bento Gonçalves e achei a torcida muito participativa, isso ajuda muito os jogadores. Já conhecia o histórico do clube, que é muito bem falado no Brasil todo. Gostei da oportunidade que a equipe dá para os jogadores e seus objetivos”, disse Elder.

Com três reforços confirmados até o momento, a diretoria do Bento Vôlei segue no mercado para montar um elenco competitivo. Alguns jogadores que estiveram no clube na temporada passada pode continuar, porém nenhum nome é revelado para não atrapalhar as negociações. Por outro lado, o técnico Fernando Rabelo espera ter o elenco fechado o quanto antes para iniciar os trabalhos visando o Estadual.

foto: Daniel Nunes/Divulgação

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Com quatro times, Campeonato Mineiro começa dia 28 de agosto

O Campeonato Mineiro 2014 já tem data para iniciar, dia 23 de agosto, e terminar, dia 19 de outubro. Estarão nesta edição as equipes do Sada/Cruzeiro, Minas Tênis Clube, Montes Claros e UFJF. As ausências sentidas são do Olympico Club, que passa por uma reformulação no voleibol, e do time de Uberlândia, que vem dando ênfase as categorias de base.

No regulamento, os quatros times se enfrentam em turno e returno, ou seja, seis jogos para cada um. Após o término da fase classificatória haverá cruzamento olímpico com apenas um jogo nas semifinais (1º x 4º colocado e 2º x 3º colocado) e na final. Essa etapa do Estadual ocorrerá em apenas um final de semana, com a sede sendo da equipe que teve melhor campanha na primeira fase. Vale destacar a parceria com a TV Alterosa, que fará a transmissão ao vivo das semifinais e da decisão.

O Sada/Cruzeiro chega mais uma vez favorito o Campeonato Mineiro, pois manteve a mesma base campeã no ano passado e da Superliga 2013/2014. O Minas Tênis Clube perdeu seu patrocinador máster e passou por forte mudança, com a chegada de Nery Tambeiro e de jogadores jovens como os ponteiros Rodrigunho e Bruno Canuto. No Montes Claros, o clima é de empolgação, já que o investimento é maior do que da temporada passada e nomes como Rodriguinho e Acácio chegaram ao elenco. Já na UFJF contratações pontuais foi anunciadas, como Manius e Bergamo, e o objetivo é de chegar a decisão.

Mesmo com um número reduzido de equipes, o Campeonato Mineiro deve apresentar bons jogos e ser um bom teste para a Superliga 2014/2015. A tabela oficial só deve ser divulgada no final de julho e algumas datas podem ser alteradas de acordo com o cronograma das equipes participantes.

foto: Divulgação

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Mesclando experiência e juventude, Voleisul apresenta elenco

Nesta quarta-feira, na Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo, a diretoria do Voleisul/Paquetá Esportes apresentou oficialmente sua comissão técnica e o elenco para a temporada 2014/2015. Valorizando o tempo que terá para trabalhar, o comandante Paulo Roese compôs um grupo que mescla jogadores experientes, com atletas jovens que podem acrescentar muito a equipe.

“É uma grande responsabilidade. Mas me sinto preparado para dar continuidade ao trabalho que resgata o vôlei em Novo Hamburgo (...) Não existe outra palavra para nós que não seja ‘equipe’. Vamos todos trabalhar sempre juntos. Vamos ralar juntos (...) O nosso grupo mescla jogadores mais experientes com a garotada”, afirmou o técnico Paulo Roese.

“Agora, já começamos com uma vantagem. Pudemos planejar e teremos um período maior para o treinamento”, observou o assistente técnico Aníbal Severo.

A Voleisul/Paquetá Esportes manteve alguns dos jogadores que participaram da campanha do vice-campeonato da Superliga B, casos dos opostos Rodrigo e Caetano, dos centrais Aureliano e Fernandão; do ponteiro Bruno Godoy; do levantador Queda e do líbero Bitello. Por outro lado, foi buscar o levantador Rafinha (ex-Kappesberg/Canoas), os centrais Rafael Franco (ex-Kappesberg/Canoas) e Sílvio Satiro (ex-RJ Vôlei), os ponteiros Denison (ex-Santo André) e Renan Purificação (ex-Moda Maringá) e o líbero Rafael (ex-RJ Vôlei).

O primeiro desafio do Voleisul/Paquetá Esportes será o Campeonato Gaúcho, previsto para iniciar em agosto e por isso os jogadores já iniciaram os trabalhos físicos. A diretoria não confirma oficialmente, mas pelo menos mais duas contratações podem ocorrer e até mesmo a permanência do oposto André Nascimento não está descartada.

Confira o elenco:

Levantadores: Rafinha e Queda
Opostos: Rodrigo e Caetano
Ponteiros: Denison, Bruno Godoy, Renan
Centrais: Aureliano, Silvio, Rafael Franco e Fernandão
Líberos: Rafael e Bitello

foto: Comunicação SGNH/Divulgação