sexta-feira, 21 de julho de 2017

Campeonato Paulista contará com nove times e inicia no dia 8 de agosto

Com muitas novidades (no que diz respeito a novos times), o Campeonato Paulista – Divisão Especial começa oficialmente no próximo dia 8, quando o Sesi-SP recebe o Vôlei Ribeirão, às 19h, no ginásio da Vila Leopoldina. No mesmo dia, ainda sem horário definido, o Vôlei Renata encara o UM Itapetininga, no ginásio Taquaral, em Campinas.

Na continuação da 1ª rodada, na quarta-feira, dia 9, às 20h, a Climed/Atibaia recebe o Super Vôlei/Santo André, no ginásio Elefantão, enquanto Corinthians/Guarulhos e São José dos Campos se enfrentam apenas no dia 1º de setembro, às 19h30min, no ginásio da Ponte Preta, já que o Alvinegro estará na disputa da Taça Ouro. A Funvic/Taubaté, atual campeã, só estreia no dia 12, às 16h, contra o Vôlei Ribeirão, na Cava do Bosque.

Ao todo, nove clubes estarão na disputa pelo título, sendo que na primeira fase todos se enfrentam em turno único. O primeiro lugar avança direto para as semifinais, enquanto os outros seis melhores disputarão as quartas de final. A expectativa é que o Campeonato Paulista – Divisão Especial termine no dia 8 de outubro.

Confira os primeiros jogos de cada clube:

8/8 (terça-feira)
19h – Sesi-SP x Vôlei Ribeirão, na Vila Leopoldina
- Vôlei Renata x UM Itapetininga, no Taquaral

9/8 (quarta-feira)
20h – Climed/Atibaia x Super Vôlei/Santo André, no Elefantão

12/8 (sábado)
16h – Vôlei Ribeirão x Funvic/Taubaté, na Cava do Bosque
18h – São José Vôlei x Climed/Atibaia, no Tênis Clube SJC

1º/9 (sexta-feira)
19h30min – Corinthians/Guarulhos x São José Vôlei, na Ponte Preta

foto: Divulgação

Aprov/Chapecó trabalha forte para os Jogos Universitários Catarinenses

Aprov/Unoesc/AngelLira/Erva Daninha seguem em ritmo forte de treinamentos de olho nos Jogos Universitários Catarinenses, que ocorrem entre os dias 26 e 29 de julho, no ginásio Ivo Silveira, em Chapecó. Contando com um elenco, em sua maioria jovem, o técnico Nilson Rex e os jogadores esperam que a torcida compareça para empurrar o time rumo ao título e a conquista da vaga para os Jogos Universitários Brasileiros.

“Contamos com a torcida para o incentivo a nossa equipe, pois estamos nos preparando da melhor forma possível para esta competição”, destacou o treinador Nilson Rex, que também é um dos idealizadores do projeto.

“Iniciamos as atividades em março e desde então a equipe segue treinando forte com o propósito de ter bons resultados neste ano importante para o esporte e a cidade de Chapecó que comemora seu centenário. Claro que as dificuldades existem como em todo lugar e mesmo com o grupo reduzido com vários atletas com faixa etária de 22 anos, o objetivo é sem dúvida trazer títulos para Chapecó. Coroando todo o esforço e dedicação dos envolvidos com o esporte na cidade”, declarou o oposto Rodrigo, um dos mais experientes do elenco.

A Aprov/Unoesc/AngelLira/Erva Daninha estreia no dia 26, às 15h30min, contra a Udesc. Na sequência encara Univille (dia 17, às 15h30min) e UFSC (dia 28, às 15h30min). No encerramento da competição, no dia 29, às 10h30min, os comandados de Nilson Rex pegam a Esucri, de Criciúma. Os Jub’s acontecem estão marcados para outubro, em Goiás.

foto: Aprov/Chapecó/Divulgação

Ary deixa o voleibol brasileiro e assina contrato com os portugueses do Benfica

Mais um jovem jogador brasileiro está de malas prontas para o exterior. Revelado pelo Pinheiros e com passagens por vários clubes brasileiros, o ponteiro Ary assinou contrato com o Benfica, de Portugal, e terá sua primeira experiência internacional na temporada 2017/2018. O jogador de 26 anos chega com o objetivo de manter a hegemonia da equipe no país, que nos últimos cinco anos venceu quatro campeonatos nacionais.

“É um motivo de muito orgulho representar um clube que tem adeptos apaixonados e uma tradição muito forte (...). Vamos tentar conquistar todos os objetivos que vão ser estabelecidos. Continuar a manter o Benfica no topo do pódio acho que é o nosso objetivo nesta temporada”, declarou Ary, que na última temporada conquistou a Superliga B pelo Sesc-RJ.

“O Ary é um atleta que é a primeira vez que sai do Brasil, tem que ter um período de adaptação, mas, no Brasil, jogou sempre em clubes muito bons (...) As expectativas são as melhores”, declarou o vice-presidente do Benfica, Domingos de Almeida Lima.

Antes de anunciar Ary, a diretoria do Benfica já tinha confirmado as renovações de contrato dos brasileiros Vinhedo e Zelão. Além disso, os ‘encarnados’, como são chamados, acertaram as contratações dos sérvios Dusan Stojsavljevic e Milija Mrdak, do búlgaro Miroslav Gradinarov e do português Filip Cveticanin

foto: Benfica/Divulgação

Com foco na Superliga 2017/2018, Copel Telecom/Maringá inicia os trabalhos

Fora da disputa do Campeonato Paranaense – 1ª Divisão, o Copel Telecom/Maringá foca seus esforços na disputa da Superliga 2017/2018, que deve iniciar em outubro. Na última semana, o elenco se apresentou e já iniciou os trabalhos físicos e exames médicos de prevenção para a temporada. A foto do grupo mudou bastante e esses primeiros dias servem também para todos se conhecerem.

“Neste momento estamos visando a parte física, com trabalho de academia, além dos exames físicos e cardiológicos e alguns exercícios técnicos. Também aproveitamos esse inicio para se conhecer melhor, pois é um elenco diferente da temporada passada. Alguns jogadores ainda não tiveram oportunidade de trabalhar com a comissão técnica, mas esse entrosamento se ganha com o dia a dia. O importante é chegar nos treinos sempre se doando ao máximo para que possamos atingir nossos objetivos, como chegar aos playoffs da Superliga”, declarou o líbero Daniel.

Em relação a temporada passada, apenas quatro jogadores permanecem no elenco, casos dos levantadores Ricardinho e Élder, do central Aureliano e do ponteiro Matheus Secco. Entre as caras novas, além do líbero Daniel, vale destacar a chegada do ponteiro Thiago Alves, medalha de prata nos Jogos Olímpicos Londres/2012, sendo que a diretoria do Copel Telecom/Maringá ainda deve anunciar mais um oposto para fechar o grupo.

foto: Rodrigo Araujo/Maringá Vôlei

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Jolly Cinquefrondi aposta no talento brasileiro para subir de divisão na Itália

O Pallavolo Jolly Conquefrondi pensa grande e aposta no talento de jogadores brasileiros para subir de divisão no voleibol italiano. A equipe, que integra a Serie B, acertou a renovação de contrato do ponteiro Matheus Dall’Agnol e anunciou as chegadas dos centrais Nicolas Nardi (ex-Voleisul/Paquetá Esportes) e do levantador Leonardo Marcondes (ex-Rádio Clube/AVP).

“Estou muito feliz com a minha renovação, pois vou ter a chance de seguir jogar em um local muito bom, com uma extraordinária diretoria e com um treinador que me permite melhorar ainda mais (...) Recebi várias propostas de outros times, mas queria ficar em Cinquefrondi a todo o custo. Estou certo de que a diretoria fará uma equipa competitiva e ambiciosa, mas teremos de trabalhar arduamente todos os dias, como fizemos no ano passado e dar sempre o máximo”, declarou Matheus.

“Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a todos os que estão envolvidos na diretoria do Cinquefrondi por terem tornado possível este acordo para que eu possa usar a camisa da equipe. Estou treino diariamente para chegar em forma e respeitar as expectativas de todos. Não falo muito bem italiano, mas estou estudando e da próxima vez não vou precisar da ajuda do tradutor”, afirmou Nicolas.

“Estou disposto a fazer juntos com a equipa uma grande temporada e para isso darei tudo de mim. Garanto a todos que usarei a camisa do Jolly Cinquefrondi sempre com o coração”, afirmou Leonardo.

foto: Jolly Cinquefrondi/Divulgação

(Jogos Regionais) Climed/Atibaia leva o ouro na 4ª região Esportiva

A Climed/Atibaia sagrou-se campeã dos Jogos Regionais - 4ª região esportiva, que ocorreram na cidade de Americana neste mês de julho. Sem perder nenhum set, a equipe comandada por Marcelo Paulinetti venceu os cinco jogos que disputou, conquistando assim o 16º título da equipe na história da competição, além de uma vaga nos Jogos Abertos do Interior.

A Climed/Atibaia começou sua caminhada ao vencer na primeira fase as equipes de Valinhos e Santa Gertrudes, se classificando com 1ª do Grupo A. Nas quartas de final passou por Itobi (2º colocado do Grupo C) e nas semifinais superou Itatiba (1ª colocada do Grupo D e até então invicta). Na decisão um 3 a 0 sobre Hortolândia (que só tinha perdido dois sets na competição).

Após a conquista dos Jogos Regionais, o foco agora são nas competições da Federação Paulista de Vôlei. O primeiro compromisso será a Copa SP, que se inicia no dia 1º de agosto, quando a Climed/Atibaia encara o Sesi-SP. Já o Campeonato Paulista - Divisão Especial está programado para começar na segunda quinzena de agosto.

Confira o elenco:

Levantadores: Léo e Wellington
Opostos: Juca e Lucas Pistoresi
Centrais: Betão e Lucas Salles
Ponteiros: Fabinho, Gustavo, Pedro e João
Líbero: Danyel Pará

foto: Divulgação

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Vôlei Canoas confirma comissão técnica com Marcel Matz e Marcelinho Ramos

A diretoria do Vôlei Canoas anunciou, nesta quarta-feira, que o técnico para a temporada 2017/2018 será Marcel Matz. Aos 35 anos, 15 deles dedicados ao voleibol, o gaúcho de Três de Maio chega ao clube com o desafio de encarar sua primeira experiência como treinador. Com títulos expressivos, nacionais e internacionais, e passagem pela Seleção Brasileira no currículo, ele aposta na vivência acumulada à beira da quadra para apostar em uma temporada de sucesso no novo clube.

“Foram 15 anos de crescimento, muito estudo, aprendizado e preparação para hoje chegar neste momento da minha carreira. Sempre foi meu objetivo profissional ser treinador e hoje recebi essa chance em Canoas. Acredito que este é um caminho natural, que tantos outros profissionais passaram, desde a formação até comandar uma equipe. Esse é o meu momento de dar esse passo na carreira e estou muito feliz”, destacou Marcel, que passou por Ulbra, Cimed, Medley/Campinas, Sesi-SP e Suntory Sunbirds, do Japão.

Nesta primeira oportunidade como treinador, Marcel estará cercado de uma comissão técnica experiente e identificada com o clube. Seu assistente será Marcelinho Ramos, conhecido da torcida canoense e um dos profissionais que iniciaram o projeto de nascimento do clube. Marcelinho comandou o Montes Claros na última Superliga e retorna ao Vôlei Canoas após três temporadas longe de “casa”.

“Aqui eu realmente me sinto em casa, onde eu vi tudo começar e tive participação na criação do clube. Começamos do zero, vencemos a Superliga B, dois títulos gaúchos, uma semifinal de Copa Brasil e ainda tive a honra de conduzir a equipe na melhor colocação até hoje na Superliga. O Vôlei Canoas foi o clube que apostou em mim como treinador e projetou minha carreira nacionalmente. Sou muito grato e agora estarei de volta, pra perto da família e com o mesmo entusiasmo de seis anos atrás”, declarou Marcelinho, que deixou o cargo de assistente para assumir o clube em 2013.

Marcel Matz e Marcelinho Ramos chegaram nesta quarta-feira ao Vôlei Canoas e já iniciaram a montagem do elenco junto à gestão do clube. Ainda nesta semana, o clube gaúcho deverá confirmar mais novos nomes e renovações para a composição da comissão técnica.

foto: Fernando Potrick/Gama

Seleção Brasileira volta aos treinamentos visando o Campeonato Sul-Americano

Vice-campeã da Liga Mundial nesta temporada, a Seleção Brasileira está de volta ao Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema, para a rotina de treinamentos. O grupo comandado pelo técnico Renan Dal Zotto teve uma semana de folga logo após a conquista da medalha de prata em Curitiba, e voltou ao trabalho na última segunda-feira, visando o Campeonato Sul-Americano, próximo compromisso do calendário.

A equipe disputará a competição entre os dias 7 e 11 de agosto, em Temuco e Santiago. O Brasil está no Grupo A ao lado de Colômbia, Venezuela e Paraguai. Na outra chave estão Chile, Argentina, Uruguai e Peru. A seleção brasileira estreia no dia 7, contra os paraguaios, no dia seguinte enfrenta os venezuelanos e encerra a fase classificatória no dia 9 diante dos colombianos. Os três primeiros jogos serão em Temuco e, caso avance a semifinal e final, a equipe brasileira mudará de sede para jogar em Santiago

“O Sul-Americano é mais uma competição onde a seleção brasileira entra para buscar o título. Mas, não podemos esquecer que o voleibol sul-americano tem crescido muito nos últimos anos e precisamos estar atentos a todos os adversários. Por isso, estamos nos preparando para chegar no Chile com o grupo pronto para disputar mais um título”, disse o técnico Renan Dal Zotto.

Nas 31 edições já realizadas do Campeonato Sul-Americano, a equipe verde e amarela faturou 30 títulos. Apenas no ano de 1964, quando não participou da competição, a seleção brasileira não pode obter o título. Na ocasião, jogando em casa, a Argentina foi a campeã.

foto: Valterci Santos/MPIX/CBV