segunda-feira, 29 de maio de 2017

Ponteiro João Ricardo voltará ao voleibol turco na temporada 2017/2018

O ponteiro João Ricardo (a esquerda, com a camisa 11 na foto), que apareceu no voleibol com o camisa do São Caetano e teve passagens por Vôlei Futuro e Volta Redonda, seguirá mais uma temporada no exterior. O jogador de 32 anos deixou o Fonte do Bastardo, de Portugal, e acertou sua transferência para o Arhavi Bld. Spor, da segunda divisão turca.

Essa será a segunda experiência do brasileiro na Turquia, já que na temporada 2015/2016 defendeu o Bal Spor Chokoliva. No exterior, João Ricardo também atuou na França, onde esteve na temporada 2011/2012 defendendo o Club Alès en Cévennes, além da Espanha e Argentina, quando esteve vestindo a camisa do Clube Voleibol Caravaca e Pellegrine Tucumam.

Na temporada passada, João Ricardo chamou a atenção da diretoria do Bal Spor Chokoliva quando teve boa atuação no confronto do Fonte do Bastardo diante do Galatasaray pela fase classificatória da CEV Cup, porém os portugueses não fizeram frente ao forte time turco nas oitavas de final.

foto: Fonte do Bastardo/Divulgação

domingo, 28 de maio de 2017

Foz do Iguaçu/Pousada Cataratas conquista título da I Supercopa Paraná

O Foz do Iguaçu/Pousada Cataratas escreveu neste domingo mais uma página na história do voleibol paranaense ao conquistar o título da I Supercopa Paraná. A conquista veio após a vitória sobre a AVTB/Telêmaco Borba por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/18 e 25/19, no ginásio Furtadão.

As duas equipes chegaram à decisão com chances de alcançar o título. Dentro de quadra o time comandado por Marcos Antunes manteve a campanha impecável chegando a terceira vitória em três jogos, encerrando a competição com 100% de aproveitamento.

“Todo o título e bem-vindo, ainda mais quando estamos começando um novo trabalho. E começar esse trabalho com um título é muito estimulante para o decorrer da temporada. Em julho começa o Campeonato Paranaense Adulto Séria A e precisamos estar bem preparados. Só tenha a parabenizar a Federação pela realização do evento”, destacou o técnico do Foz do Iguaçu/Pousada Cataratas.

Após conquistar o título do Campeonato Paranaense Série B em 2016, a Fadepi/Sudati/Palmas voltou com tudo nesta temporada. Na disputa pela medalha de bronze, a equipe da Região Sudoeste venceu São João do Ivaí por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/16 e 25/16.

“Acredito que fomos merecedores desta terceira colocação. Este ano montamos um projeto um pouco mais ambicioso, visando às disputas do Campeonato Paranaense Série A. Essa é uma equipe que jogou a sua primeira competição junta. Durante a Supercopa consegui fazer alguns testes e analisar melhor o grupo. Claro, ainda falta um pouco de entrosamento, mas fiquei bem satisfeito com o resultado” ressaltou o técnico Cristiano Baninski.

foto: Thiago Paes/FPV

Novos uniformes da Seleção Brasileira são lançados em festa na Praça Mauá

Na última sexta-feira, em evento realizado na Praça Mauá, no Rio de Janeiro, a Asics apresentou os novos uniformes das seleções masculina e feminina para a temporada 2017. Os treinadores das duas equipes, atletas, ex-atletas estiveram presentes em uma ação de marketing que envolveu pequenas partidas na quadra montada no local e que teve boa presença de público.

“A Liga Mundial é uma competição muito equilibrada, teremos muitos desafios daqui para frente. Estamos preparados, esperamos que este evento de lançamento traga boas energias, estamos precisando. Ficamos felizes por tudo que temos pela frente, principalmente com essa forte parceria com a Asics”, disse o técnico Renan Dal Zotto.

“Estamos muito satisfeitos por ter a Asics, uma marca de renome mundial e líder no desenvolvimento de tecnologias de performance para atletas de ponta, compartilhando essa nova jornada conosco. O acordo de parceria reafirma nosso compromisso em oferecer a melhor estrutura para nossos atletas", destacou o diretor comercial da Confederação Brasileira de Vôlei, Douglas Jorge.

Os novos uniformes foram desenvolvidos especialmente para a melhoria do desempenho e bem-estar dos jogadores, no Instituto ASICS de Ciências do Esporte. Os modelos masculino e feminino são confeccionados com as mesmas tecnologias e materiais, as diferenças estão apenas no design. Por preferência das atletas, a camisa feminina é sem manga e a bermuda com compressão. Já o uniforme masculino conta com camisa de manga.

“Nós temos uma relação íntima com o vôlei, e o vôlei brasileiro em especial. Desde 1949 estamos fortemente aliados à história do crescimento da modalidade no Brasil. Ficamos honrados e felizes por oferecer um produto que entrega desempenho de ponta. E isso fica nítido no uso dos nossos produtos pelos atletas alta performance. O vôlei brasileiro coleciona inúmeros sucessos e não poderia ter uma marca que não entregasse essa alta qualidade”, disse o presidente da Asics, Gumercindo Moraes Neto.

foto: Daniel Zappe/MPIX/CBV

Foz do Iguaçu vence mais uma e fica perto do título da I Supercopa Paraná

Uma vitória separa Foz do Iguaçu/Pousada Cataratas do título da I Supercopa Paraná. Após vencer o Fadepi/Sudati/Palmas por 3 sets a 0, parciais de 25/22, 25/23 e 25/22, no ginásio Furtadão, a equipe comandada por Marcos Antunes precisa somente de mais uma resultado positivo para conquistar o lugar mais alto do pódio.

"Essa vitória foi muito importante, contra um adversário que está entre as melhores equipes da competição. Estamos apenas começando o trabalho com a nossa equipe e essa vitória vem confirmar que estamos no caminho certo. Estamos muito focados e determinados para a decisão de amanhã. Fizemos uma boa preparação e vamos buscar esse título com força total", destacou o levantador Lucas Lopes.

A decisão acontece neste domingo, às 13h, contra a AVTB/Telêmaco Borba. A partida promete muitas emoções, já que os anfitriões da competição venceram São João do Ivaí por 3 sets 1, parciais de 20/25, 25/20, 25/22 e 25/19, e também seguem na briga pela medalha de ouro.

foto: Thiago Paes/FPV

Foz do Iguaçu e Telêmaco Borba vencem na estreia da I Supercopa Paraná

A disputa do título da I Supercopa Paraná começou neste sábado com jogos extremamente acirrados, no ginásio Furtadão, em Telêmaco Borba. Após a primeira rodada, Foz do Iguaçu/Pousada Cataratas e AVTB/Telêmaco Borba superaram seus adversários e largaram na frente em busca do lugar mais alto do pódio.

Na primeira partida, Foz do Iguaçu/Pousada Cataratas mediu forças com São João do Ivaí. O equilíbrio foi à marca do confronto. Com um melhor aproveitamento, a equipe da Cidade da Tríplice Fronteira conquistou a vitória por 3 sets a 1, com parciais de 25/23, 25/12, 23/25 e 25/20.

“Sempre é bom estrear com uma vitória. Esse é o primeiro jogo que este grupo esta fazendo junto, portanto tivemos pouco tempo de treinamento. Apesar do resultado, temos que corrigir alguns erros. Mas fazendo uma avaliação geral a equipe se saiu muito bem e estão todos de parabéns", afirmou o técnico Marcos Antunes.

Em seguida, AVTB/Telêmaco Borba e Fadepi/Sudati/Palmas entraram em cena. Aos poucos a partida ganhou contornos de dramaticidade. Após vencer o primeiro set, com uma boa sequência de saque de Marcos, Palmas acabou sofrendo a virada. Os donos da casa contaram com o apoio vindo das arquibancadas para esquecer o primeiro set e vencer, de virada, no tie-break, com parciais de 23/25, 25/22, 25/18, 17/25 e 15/10.

“Foi um grande jogo. O nosso saque fez a diferença para conquistarmos essa vitória, que é muito importante em uma competição de pontos corridos. Palmas montou um elenco bem competitivo, o que tornou o jogo bem difícil. Mas agora vamos trabalhar para manter essa regularidade para tentar conquistar o título”, disse o técnico da AVTB/Telêmaco Borba, Aldori Gaudêncio.

Mais dois jogos movimentam a segunda rodada neste sábado à tarde. Fadepi/Sudati/Palmas duelará com Foz do Iguaçu/Pousada Cataratas, enquanto São João do Ivaí enfrentará a AVTB/Telêmaco Borba.

foto: Thiago Paes/FPV

sábado, 27 de maio de 2017

Após passagem pelo JF Vôlei, central Romulo fala da volta ao Sada/Cruzeiro

A temporada 2017/2018 mal começou e o central Romulo já tem dois grandes motivos para comemorar: o primeiro é o retorno ao Sada/Cruzeiro, clube que o relevou nas categorias de base e que buscará manter sua hegemonia. Já o segundo é a convocação à seleção brasileira sub-23, resultado de suas atuações com a camisa do JF Vôlei na Superliga passada.

Rômulo chegou à escolinha do Cruzeiro em 2011 e em seguida foi integrado ao time infanto-juvenil. Nas competições de base, acumulou conquistas e chegou a ser campeão da Superliga B em 2015 com a camisa cinco estrelas. Na última temporada, foi cedido por empréstimo ao JF Vôlei, junto com outros onze jovens atletas cruzeirenses. Foi a oportunidade de ser titular no principal torneio do país e de fazer parte da melhor campanha da história da equipe juizforana na Superliga. 

“A experiência de ter sido emprestado pelo Sada/Cruzeiro foi uma oportunidade e tanto. No meu primeiro ano de adulto pude jogar a Superliga, mostrar meu trabalho e ser visto jogando contra times espetaculares, até contra o próprio Sada. E agora tenho a chance de voltar. O sonho de qualquer atleta de categoria de base é poder chegar até o adulto. E comigo não é diferente, sempre vi o time principal treinando, sempre me imaginei jogando com eles e agora vou poder realizar esse sonho, declarou Romulo.

Além do central de 21 anos, que está em Saquarema, onde treina com a Seleção Brasileira Sub-23, outros seis atletas que vieram da base da Raposa estão confirmados no Sada/Cruzeiro para a temporada 2017/2018. O levantador Fernando Cachopa, os ponteiros Rodriguinho e Pablo, o central Éder Levi, o oposto Robert e o líbero Lucas.

foto: JF Vôlei/Divulgação

Botafogo renova com oito jogadores e acerta com ponteiro Igor e central Renan

Além do levantador Marcelinho, que chega para ser a principal referência no elenco, o Botafogo confirmou a renovação de oito atletas que estiveram na campanha da equipe na última Superliga B e a contratação de dois reforços. Destaque para as permanências do central Danilo e do oposto Alex Damião, que foram importantes na campanha do time que chegou as semifinais.

Seguem no clube carioca os levantadores Vitor e Tiago, os ponteiros Eduardo e Alex, o oposto Renan Macedo e o líbero Felipinho. Alguns titulares na temporada passada deixaram General Severiano, casos do levantador Maurício, do central Silvio Satiro e dos ponteiros Najari e Rogério Mineiro, sendo que esse último já estaria acertado com o Corinthians/Guarulhos.

As novidades ficam por conta do ponteiro Igor, de 26 anos, que estava no Cyzicus, da Grécia, e tem a experiência de ter atuado no voleibol do Qatar e da França, e do central Renan, de 21 anos, que vestiu a camisa da Apan/Barão/Blumenau na última temporada. A expectativa é que a diretoria do Botafogo anuncie mais alguns reforços em breve visando a disputa da Taça Ouro, que será realizada em agosto e dará ao campeão uma vaga na Superliga 2017/2018.

Confira o elenco:

Levantadores: Marcelinho, Vitor Gelli e Tiago
Centrais: Danilo, Renan
Ponteiros: Igor, Eduardo e Alex
Opostos: Alex Damiao e Renan Macedo
Libero: Felipinho

foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Piá, Franco e Alan são anunciados oficialmente pelo Sesi-SP

Nesta sexta-feira, a diretoria do Sesi-SP anunciou mais três nomes para a temporada 2017/2018. São eles: o ponteiro Piá, que foi campeão argentino pelo Personal/Bolívar, e os opostos Franco, ex-Paris Volley, da França, e Alan, que estava no Sada/Cruzeiro. Com a confirmação deles, o time da Vila Leopoldina chega a 13 jogadores no elenco que será comandada por Rubinho.

Silmar de Almeida, mais conhecido como Piá, vem com a experiência de ter atuado no Japão, Itália, Romênia, Qatar e recentemente na Argentina. Aos 30 anos, após um vice-campeonato sul-americano, um quarto lugar no Mundial de Clubes e o título do campeonato argentino, ele terá como principal objetivo a conquista de mais um título nacional para o Sesi-SP, além de dar mais uma opção no setor que contará com Douglas Souza, Lipe e Renato Russomano.

“Primeiro, estou muito feliz em retornar ao Brasil e mais feliz ainda em vestir a camisa do Sesi-SP. É um orgulho, estou realizando um dos meus sonhos. E agora, espero contribuir o máximo que puder. Creio que a cada ano vamos acumulando experiências novas, vamos vivendo e aprendendo as coisas a cada temporada. Sabemos que o grupo virá forte, e tenho certeza que todos estarão empenhados em correr atrás dos objetivos”, comentou o ponteiro Piá.

O oposto Franco, de 27 anos, passou por Bento Vôlei, Campinas e Minas tênis Clube, mas se destacou no Voleisul/Paquetá Esportes na Superliga 2015/2016. Na temporada passada foi para o voleibol francês, onde disputou a Copa da França, a Supercopa e a Liga dos Campeões pelo Paris Volley. Já Alan Ferreira Souza, de 23 anos, chega a Vila Leopoldina com inúmeros títulos conquistados com o Sada/Cruzeiro desde as categorias de base.

“É muito bom poder voltar para o Brasil, e melhor ainda com esta oportunidade de jogar em um time com tanta tradição como o Sesi-SP (...) Espero que possamos chegar à final em todos os campeonatos que disputarmos. Sei da qualidade técnica de todos e principalmente do caráter de cada um, e isso é muito bom para o grupo. Evoluí muito nessa última temporada e quero agarrar essa oportunidade, mostrar meu potencial. Estou pronto para dar o meu melhor e juntos alcançarmos os nossos objetivos”, disse Franco.

“O Sesi-SP é um time que sempre entra nas competições para brigar por títulos, independentemente de ter jogadores novos ou mais velhos. Acredito que essa combinação é muito boa e ajuda bastante. Nós, os mais jovens, sempre temos um gás extra para dar, e os mais velhos nos auxiliam exatamente neste momento, no foco, no momento certo para usar essa força e não se afobar. Então tenho certeza que o time esse ano virá para brigar e buscar todos esses títulos”, avaliou Alan.

Confira o elenco:

Levantadores: William e Evandro
Opostos: Franco e Alan
Centrais: Lucão, Gustavão e Aracaju
Ponteiros: Lipe, Douglas Souza, Piá, Renato Russomanno e Gabriel Vaccari
Líberos: Murilo e Douglas Pureza

foto: Bolívar/Divulgação & Paris/Divulgação e Sada/Divulgação