segunda-feira, 1 de setembro de 2014

(Mineiro) Sada/Cruzeiro e Minas Tênis Clube jogam em Mariana

Nesta terça-feira, às 19h30min, a cidade história de Mariana recebe o duelo entre Sada/Cruzeiro e Minas Tênis Clube pelo Campeonato Mineiro 2014. Enquanto a equipe de Belo Horizonte fará sua estreia na competição, o time do técnico Marcelo Mendez vem embalado com duas vitórias em dois jogos realizados. A expectativa é que a Arena Mariana esteja lotada, ou seja, com quatro mil pessoas presentes.

No Sada/Cruzeiro, o técnico Marcelo Mendez, que não conta com o oposto Wallace e o central Éder (ambos servindo a Seleção Brasileira), vêm fazendo um revezamento na equipe, colocando os jovens para atuar mais, como o central Éder Levi, o líbero Kachel e o ponteiro Kadu. Com boas vitórias sobre Montes Claros e UFJF, o time celeste chega como favorito não apenas no clássico, mas ao título estadual. Outro fator motivacional é o fato de atuar em uma cidade como Mariana.

“É uma coisa muito bacana, é uma forma de divulgar o esporte para pessoas que às vezes não têm muito contato, não têm como vir para Belo Horizonte, Contagem, e assistir a esses jogos. Eles têm a possibilidade de acompanhar uma partida de voleibol de alto nível e isso é uma maneira de estimular as crianças a praticar o esporte, de ter a chance de torcer para uma equipe. É muito legal esse envolvimento da cidade. E vai ser um grande jogo. A torcida pode se preparar para um bom confronto. Com certeza há muitos cruzeirenses na região e a gente convoca essa torcida para ir de novo nos apoiar”, destacou o ponteiro Filipe.

Pelo lado do Minas Tênis Clube, o momento é de expectativa já que esse será o primeiro jogo oficial da equipe na temporada 2014/2015. O técnico Nery Tambeiro vem trabalhando forte para entrosar o time, que conta com uma mescla de jogadores jovens e experientes. O bom desempenho em amistosos contra a seleção brasileira juvenil deixou boa impressão, mas todos sabem que agora é para valer, após treinos puxados e descontraídos.

“Os treinos estão intensos, e, às vezes, a descontração ajuda a amenizar esse desgaste. Sabemos bem do compromisso com os treinos. Tivemos essa brincadeirinha aqui, pelo perfil do grupo, que é muito bom e amigo”, disse o líbero Lucianinho.

“O clima é o melhor possível. Estamos unidos, conversamos e ajudamos uns aos outros. Isso será de extrema importância durante as competições”, declarou o central Otávio.

foto: Renato Araújo/Sada/Cruzeiro/Divulgação

(Mundial) Brasil estreia com boa vitória sobre a Alemanha

Tricampeão, o Brasil estreou, em busca de seu quatro título, no Campeonato Mundial, com vitória sobre a Alemanha por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/19 e 25/17, na Spodek Arena, em Katowice, na Polônia. Agora, a equipe verde e amarela, que está no Grupo B, volta à quadra na próxima quarta-feira, às 15h15min (horário de Brasília), contra a Tunísia, no mesmo local.

A Alemanha começou melhor e fez 5 a 2 logo no começo do jogo. O Brasil encostou em 7 a 6 e, com Lucão, chegou ao empate em 10 pontos e, na sequência, ainda com o central, pontuou mais duas vezes: 12 a 10. No ace de Murilo, a seleção brasileira colocou três na frente: 13 a 10. A partir deste momento, o time verde e amarelo dominou a parcial e no bloqueio de Sidão, fez 18 a 13. No final, melhor para o time de Bernardinho, que venceu por 25 a 21.

O segundo set começou com o mesmo ritmo e o Brasil fez 5 a 2. Mas, contando com erros da equipe brasileira, a Alemanha empatou em 7 a 7. A seleção brasileira, então, se recuperou e voltou a abrir três pontos de vantagem em contra-ataque de Wallace: 11 a 8. A parcial seguiu mais equilibrada do que a primeira, com vantagem para o Brasil: 17 a 16. Porém, mais uma vez, o time de Bernardinho reagiu e fez 20 a 16. No ace de Lucão, o Brasil fez 23 a 18. E fechou em 25 a 19.

Em boa passagem de Murilo pelo saque, a seleção brasileira fez 4 a 1 e o adversário pediu tempo. Bem em quadra, a equipe verde e amarela chegou a cinco pontos de vantagem em 7 a 2. O set seguiu com maior tranquilidade para o Brasil que, contando com erros da Alemanha, fez 16 a 9. Com ponto de bloqueio de Murilo, a equipe brasileira chegou a 22 a 16. E, com bloqueio de Lucarelli, fechou em 25 a 17.

“Eles enfrentaram o bloqueio, nós conseguimos marcá-los, e colocar um padrão de jogo muito bom dentro de quadra. Foi uma boa partida, mas ainda temos muito jogos pela frente”, disse o central Lucão.

“Conseguimos controlar os nervos, a ansiedade e foi uma partida muito boa, com alguns detalhes a acertar, obviamente, porque essa foi apenas a primeira partida. Não podemos baixar a guarda e ter nenhum tipo de tropeço, já que levamos os resultados para a fase seguinte”, comentou o técnico Bernardinho.

Equipes:

Brasil: Bruninho, Wallace, Sidão, Lucão, Murilo, Lucarelli e Mário Jr. (líbero)
entraram: Felipe, Lipe, Leandro Vissotto e Raphael
Técnico: Bernardinho

Alemanha: Scharz, Kaliberda, Böhme, Grozer, Kampa, Tille, Günthör e Schöps (líbero)
entraram: Steuerwald, Schöps e Westphal
Técnico: Vital Heynen

foto: FIVB/Divulgação

Léo Mineiro, Gui Hage e Wanderson vão atuar na França

A cada semana que passa mais atletas brasileiros estão deixando o voleibol nacional com destino ao exterior. As mais recentes saídas foram dos ponteiros Léo Mineiro, Guilherme Hage e Wanderson, que vão atuar na França na temporada 2014/2015, uma das ligas mais tradicionais da Europa e que promete muita disputa nesta edição. Os três jogadores falaram sobre essa nova fase em suas vidas e carreiras.

“Estou gostando muito daqui. O país está anos luz na frente do nosso. Aqui as coisas funcionam: tem um excelente transporte público e uma medicina ótima que esta inclusa no imposto que se paga que é entorno de 20%. Quanto ao time, estou gostando bastante. A filosofia é bem diferente, pois o técnico é italiano, mas posso dizer que com uma semana eu e minha Namorada Jully, que também está jogando pelo time feminino de Lyon, estamos muito bem adaptados”, declarou Léo Mineiro, que na temporada passada estava no Vivo/Minas.

“Para mim é uma mudança muito positiva, pois no campeonato francês existe um equilíbrio maior entre as equipes e é uma competição muito boa tecnicamente. Estou muito feliz de jogar na França essa temporada e espero ir bem como a temporada passada na Espanha”, disse Guilherme Hage, que atuará pelo Nantes.

“Retorno a França e para Tourcoing, no norte do país, depois de uma rápida passagem por Cannes, no sul, para trabalhar com técnico Olivier Lecat com quem fui vice-campeão francês em Poitiers em 2011/2012, mas desta vez jogando de oposto. Estou muito feliz de estar jogando na França novamente onde estou totalmente adaptado ao modo de vida e ao campeonato que é muito competitivo e cada ano fica mais forte. Acredito que nossa equipe e bastante competitiva e que teremos belos resultados este ano”, disse Wanderson.

foto: Divulgação

domingo, 31 de agosto de 2014

(Catarinense) Aprov/Chapecó e Blumenau vencem na rodada

No sábado, mais duas partidas ocorreram pelo Campeonato Catarinense 2014. Jogando no ginásio do Colégio Barão, o Blumenau/Pró Vôlei derrotou Içara por 3 sets a 1, parciais de 20/25, 25/21, 25/19 e 25/22. Já a Aprov/Chapecó venceu o SCVC/Funesj por 3 sets a 0, parciais de 25/11, 25/20 e 25/22, e assumiu a liderança isolada da competição com seis pontos, em dois jogos.

O time de Chapecó conta com um elenco bem entrosado e o técnico Décio Haubert Junior vem conseguindo montar um time bem competitivo. Já a equipe de Blumenau, que somou três pontos, conta com a presença do veterano levantador China, além de ter dois jovens talentos que vale ficar de olho, casos do ponteiro Marcus, que estava no Foz de Iguaçu e central Pedro, que teve passagem pela Seleção Brasileira juvenil.

A próxima partida do Campeonato Catarinense ocorre na sexta-feira, dia 5, às 20h, quando Itajaí e Içara, se enfrentam na cidade de Piçarras. 

foto: Denise Bardini/FME Içara

(Mundial) Brasil estreia contra a Alemanha nesta segunda-feira

Tricampeã, a Seleção Brasileira estreia nesta segunda-feira, às 8h (horário de Brasília), no Campeonato Mundial. O primeiro desafio da equipe verde e amarela será contra a Alemanha, na Spodek Arena, em Katowice, na Polônia. Os comandados de Bernardinho chegam em bom momento após o vice-campeonato da Liga Mundial e são considerados favoritos ao título, ao lado dos donos da casa, dos russos e dos norte-americanos.

O Spodek Arena pode ser a única casa do Brasil em toda a competição, pois dependendo dos resultados (mesmo o torneio tendo seis sedes), a equipe de Bernardinho pode permanecer na cidade até o dia 21 de setembro, data da grande final, que também será em Katowice. Vale lembrar que os brasileiros estão no Grupo B, que além de Alemanha, conta com Tunísia, Finlândia, Coreia do Sul e Cuba.

“Acho um jogo complicado pela estreia, principalmente. Nós fizemos amistosos, mas eles também, e a estreia em um Mundial é sempre muito difícil. Considero a Alemanha uma equipe perigosa, que pode surpreender e, com certeza, vamos ter a maior atenção possível com o time deles, estudar bastante, mas sabemos que não podemos relaxar dali para frente. Esse seria um grande erro que não podemos cometer. Temos que nos preparar muito bem para ganhar da Alemanha e, depois, dar sequência e seguir crescendo”, disse o ponteiro Murilo.

“Na teoria, é o nosso adversário mais forte na primeira fase. Tem uma série de jogadores que atuam nos grandes campeonatos do mundo, tem a qualidade de um time europeu, é um time altíssimo, forte fisicamente e que começa a ter uma técnica e uma qualidade muito boas. Além disso, estreia tem sempre um grande peso”, declarou o treinador Bernardinho.

Pela 1ª rodada, que iniciou com a vitória da Polônia por 3 sets a 0 sobre a Sérvia pelo Grupo A, no sábado, teve neste domingo as vitórias da Argentina por 3 sets a 0 sobre a Venezuela; e da Austrália por 3 sets a 0 diante de Camarões, também pelo Grupo A. Já pelo Grupo D, o Irã derrotou a Itália por 3 sets a 1; os Estados Unidos venceram a Bélgica por 3 sets a 2; e a França passou por Porto Rico por 3 sets a 0.

foto: CBV/Divulgação

Ziober/Maringá realiza bons testes contra a seleção japonesa

Em preparação para a Superliga 2014/2015, o Ziober/Maringá realizou dois amistosos contra a seleção japonesa, no ginásio Chico Neto, neste final de semana. Na sexta-feira, a equipe paranaense perdeu por 3 sets a 1, parciais de 25/18, 15/25, 17/25 e 24/26, enquanto no sábado, a equipe asiática venceu por 3 sets a 2, parciais de 10/25, 27/25, 25/19, 18/25 e 12/15.

“Esses jogos são muito importantes porque mostram onde realmente precisamos melhorar e a seleção japonesa foi um grande adversário”, afirmou o levantador e capitão da equipe, Ricardinho.

“Estes amistosos foram muito importantes porque pudemos ver em que nível o time está e em quais aspectos precisamos melhorar. Isso só é percebido em um jogo. Sem contar que foram os primeiros jogos, então foi muito bom para os jogadores começarem a se entrosar em quadra e também reencontramos a torcida, que será muito importante para nós na temporada”, declarou o técnico Horacio Dileo.

Além de conferir os amistosos contra a seleção japonesa, o torcedor presente no ginásio Chico Neto conheceu de perto os novos contratados do Ziober/Maringá. Vale destacar as chegadas do oposto Rivaldo, do ponteiro Diogo, do líbero Tiago Brendle e do central venezuelano Ivan Marquez.

foto: Ziober/Maringá/Divulgação

Com quatro equipes, Campeonato Gaúcho tem tabela divulgada

O Campeonato Gaúcho 2014 foi lançado oficialmente na última sexta-feira, no Hotel Dall’Onder Vittoria, em Bento Gonçalves. Contando com a participação de quatro equipes (Apaavôlei/Caxias do Sul acabou desistindo da competição), a edição deste ano promete ser mais equilibrada, apesar de ter menos times na disputa, pois conta com o Canoas Vôlei (integrante da Superliga A), Bento Vôlei/Isabela e Voleisul/Paquetá Esportes (ambos da Superliga B), além do jovem time APEO/Sest Senat/Fasurgs, de Passo Fundo.

“Não temos a mesma quantidade de times de edições anteriores, mas a qualidade está muito melhor”, afirmou o presidente da Federação Gaúcha de Vôlei, Carlos Cimino.

A competição começa no dia 6 de setembro, às 19h, com a Voleisul/Paquetá Esportes recebendo a APEO/Sest Senat/Fasurgs, no ginásio da Sociedade Ginástica, em Novo Hamburgo. A fase classificatória será em turno e returno, onde sairá a definição da vantagem no mando de quadra para a etapa seguinte. As semifinais e a final acontecem em playoffs melhor de três partidas. 

Atual bicampeão, o Canoas Vôlei chega para essa edição com uma base titular montada (Gustavo, Dennis, Minuzzi e Jeffe), porém com caras novas como a do técnico Marcos Miranda, dos levantador Paulo Renan e Evandro, além do ponteiro Rodrigo Quiroga e do central Tiago Barth. Até a estreia, marcada para o dia 26 de setembro, o clube deve anunciar mais reforços.

Vice-campeão em 2013, o Bento Vôlei/Isabela surge mais forte para este ano, pois se reforçou dentro (contratações pontuais) e fora de quadra (anuncio de patrocinador máster). Com a chegada de jogadores experientes como o oposto Tuba, o levantador Rivoli e o central Giovanni, o técnico Fernando Rabelo tem tudo para montar uma equipe competitiva.

No Voleisul/Paquetá Esportes, que foi vice-campeão da última Superliga B, o momento é de reformulação, com o técnico Paulo Roese entrando no lugar de Gilson ‘Mão de Pilão’. O levantador Rafa (ex-Canoas) chegou ao time para dar mais experiência, assim como o líbero Rafinha (ex-RJ Vôlei), além disso, vale ficar de olho no jovem ponteiro Renan Purificação, que estava no Moda Maringá.

A APEO/Sest Senat/Fasurgs fará sua segunda participação consecutiva no Campeonato Gaúcho e a expectativa é de levar bom voleibol para Passo Fundo. Com um elenco composto por apenas quatro atletas profissionais e com experiência em clubes do Brasil e do exterior, o destaque fica por conta de Giordani Arend, que além de atleta trabalha na função de dirigente, sempre na busca de fortalecer o projeto.

“O favoritismo agora é compartilhado com outras equipes devido ao crescimento delas. O alto nível dos quatro times vai tornar todos os jogos uma grande disputa”, disse o capitão do Canoas, Roberto Minuzzi, que ergueu os últimos troféus estaduais.

Confira a tabela:

06/09 (sábado)
19h - Voleisul/Paquetá Esportes x APEO/Sest Senat/Fasurgs

26/09 (sexta-feira)
17h - Canoas x APEO/Sest Senat/Fasurgs
19h - Bento Vôlei/Isabela x Voleisul/Paquetá Esportes

04/10 (sábado)
19h - Voleisul/Paquetá Esportes x Canoas
19h – APEO/Sest Senat/Fasurgs x Bento Vôlei/Isabela

09/10 (quinta-feira)
19h - Bento Vôlei/Isabela x Canoas

11/10 (sábado)
19h – APEO/Sest Senat/Fasurgs x Voleisul/Paquetá Esportes

14/10 (terça-feira)
19h - Canoas x Voleisul/Paquetá Esportes

18/10 (sábado)
19h - Voleisul/ Paquetá x Bento Vôlei/Isabela
19h – APEO/Sest Senat/Fasurgs x Canoas

26/10 (domingo)
17h - Bento Vôlei/Isabela x APEO/Sest Senat/Fasurgs

30/10 (quinta-feira)
19h - Canoas x Bento Vôlei/Isabela

foto: Divulgação

(Mineiro) Sada/Cruzeiro derrota UFJF e continua com 100%

Depois de estrear com vitória sobre Montes Claros no Campeonato Mineiro, o Sada/Cruzeiro derrotou a UFJF por 3 sets a 1, parciais de 25/20, 25/21, 20/25 e 25/14, no ginásio da faculdade de educação física, em Juiz de Fora. Com o resultado, o time celeste segue invicto e com 100% de aproveitamento, ou seja, seis pontos em dois jogos. Já o time da Zona da Mata não somou pontos em seu primeiro desafio na competição.

A UFJF abriu o placar com o central Ialisson e após muito equilíbrio, o Sada/Cruzeiro chegou ao primeiro tempo técnico na frente: 8 a 6. Um rali, que acabou em ponto do oposto Bérgamo, levantou a torcida que viu os donos da casa encostarem em 11 a 10. Entretanto, os atuais campeões da Superliga não se abalaram e comandados pelo levantador William alcançaram o segundo tempo técnico com 16 a 11. No final, o time celeste administrou a vantagem e fechou o primeiro set em 25 a 20.

O segundo set começou com muitos saques errados dos dois lados. Um ace de Rodrigo empatou o placar em 7 a 7 e, em seguida, outro bom saque do levantador ajudou a UFJF a estar na frente no primeiro tempo técnico: 8 a 7. O Sada/Cruzeiro, que tinha o ponteiro Leal, se recuperou e chegou ao segundo tempo técnico com seis pontos na frente: 16 a 10. Os donos da casa chegaram a esboçar uma reação, com dois bloqueios seguidos de Victor Hugo, porém os visitantes mantiveram a calma para fechar em 25 a 21.

O terceiro set foi o mais disputado. Dois bloqueios seguidos de Ialisson colocaram o time de Juiz de Fora na frente logo no início: 4 a 3, mas a primeira parada técnica que esteve na frente foi o Sada/Cruzeiro: 8 a 6. Outro bloqueio de Ialisson empatou o jogo em 8 a 8, e a UFJF virou o placar após erro de Leal. O Sada/Cruzeiro errava demais, o que fez os donos da casa abrirem 16 a 12. Embalados pelo torcedor e com aces de Rodrigo e Bérgamo, a equipe da Zona da Mata foi mantendo a vantagem e fez 25 a 20.

Quando se esperava uma UFJF jogando de igual para igual no quarto set, o que se viu foi um time completamente desencontrado em quadra e perdendo chegando a primeira parada técnica perdendo por 8 a 2. O Sada/Cruzeiro não vacilou e foi mostrando todo seu poderio ofensivo, chegando a fazer 16 a 6 no segundo tempo obrigatório. Sem condições de reagir, o time de Juiz de Fora ainda errava demais, o que fez o time celeste fechar em 25 a 14.

“Foi a segunda partida que fizemos. Ainda vai levar um tempo para ganharmos mais ritmo de jogo, mas foi muito bom pela vitória, com esse resultado fora de casa. Agora temos que descansar no restante do fim de semana, pois na terça-feira já temos outro jogo. Está tudo meio corrido, mas esse torneio que vamos disputar nos Estados Unidos também vai ajudar bastante o time a ganhar mais entrosamento para as próximas competições, como a Superliga”, disse o ponteiro Leal.

“Dentro do que a gente trabalhou, o ataque foi bem, assim como a base de passe. No início do quarto set tivemos dificuldade principalmente pelo bom saque do William. O fundamento que não pode falhar é o saque, como falhou. Mas é o primeiro jogo, ainda existe ansiedade e o time está em adaptação. Mas gostei muito da característica individual dos jogadores e da parte tática, que fluiu bem” declarou o técnico Chiquita.

Na próxima terça-feira, às 19h30min, o Sada/Cruzeiro encara o Minas Tênis Clube, na cidade de Mariana. Já na terça-feira, dia 5, às 20h, a UFJF volta a enfrentar o Sada/Cruzeiro, mas desta vez no ginásio do Riacho, em Contagem

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, PV, Leal, Kadu, Douglas Cordeiro, Isac e Serginho (líbero)
entraram: Kachel, Lucas Salim, Gabriel e Filipe
Técnico: Marcelo Mendez.

UFJF
: Rodrigo, Bérgamo, Batagim, Manius, Ialisson, Victor Hugo e Tatinho (líbero)
entraram: José Ilídio, Xuxa, Tarcísio e Fábio Paes
Técnico: Chiquita

foto: UFJF/Divulgação

(Paulista) Brasil Kirin passa pela Funvic/Taubaté e segue líder

Fechando a 4ª rodada do Campeonato Paulista – divisão especial, o Brasil Kirin derrotou a Funvic/Taubaté por 3 sets a 1, parciais de 25/19, 19/25, 25/20 e 25/23, no ginásio Abaeté. Com o resultado, a equipe de Campinas chegou aos 11 pontos e segue na liderança da competição, enquanto o time do Vale do Paraíba caiu para o sexto lugar, com dois pontos ganhos.

O primeiro set iniciou com o Brasil Kirin dominou as ações, chegando a abrir oito pontos sobre a Funvic/Taubaté. Os donos da casa diminuíram essa vantagem aproveitando os erros de passe do time de Campinas. Entretanto, não foi suficiente e os visitantes, que tiveram como destaque o ponteiro João Paulo Bravo, venceram por 25 a 19.

O segundo set começou equilibrado e as equipes disputavam ponto a ponto até a primeira parada técnica. A partir daí, a Funvic/Taubaté abriu vantagem sobre o Brasil Kirin, com boas viradas de bola, principalmente com o oposto Lorena, e conseguiu administrar a parcial até fechar em 25 a 19. Vale destacar o retorno do líbero Alan, que estava lesionado e entrou por vários momentos no lugar de Pará.

O terceiro set começou, assim como o anterior, bem equilibrado, com o Brasil Kirin chegando à primeira parada técnica com 8 a 7, após saque do ponteiro João Paulo Tavares. A Funvic/Taubaté errava muitos saques, enquanto a equipe de Campinas mantinha boa regularidade no ataque, o que ajudou a decretar a vitória dos visitantes por 25 a 20.

O quarto set foi o mais emocionante da partida, pois os dois times entraram disposto ao tudo ou nada. A Funvic/Taubaté tinha na força do seu ataque o seu grande diferencial, enquanto no Brasil Kirin, o levantador Sandro variava bem as jogadas e o central Gustavão foi responsável por dois aces. No final, vitórias dos visitantes por 25 a 23 após um ataque pelo do central Michael.

“Conseguimos completar o objetivo. Vencemos e seguimos na liderança do estadual. Agora é pensar no Japão e, em seguida, voltar o foco para o Paulista”, afirmou o técnico Alexandre Stanzioni, se referindo ao amistoso contra a seleção japonesa na próxima terça-feira, às 19h30min, no Taquaral.

“Estávamos confiantes que poderíamos sair com a vitória. A equipe se preparou durante a semana, treinando inclusive no mesmo horário do jogo (...) Nos próximos dias vamos continuar fazendo as correções que a equipe vem necessitando, não especificamente em fundamentos e sistemas, mas temos que treinar em um todo, fazer o grupo passar mais por mais situações de jogo”, disse o treinador Cezar Douglas.

Na próxima rodada do Estadual, o Brasil Kirin recebe o São José dos Campos, no sábado, dia 6, às 18h, no ginásio do Taquaral. Já a Funvic/Taubaté enfrenta o Sesi-SP, na sexta-feira, dia 5, às 19h30min, na Arena Santos.

Equipes:

Brasil Kirin: Sandro, Gustavão, Vini, João Paulo Bravo, João Paulo Tavares, Wallace e Pará (líbero)
entraram: Alan, Jotinha, Michael e Luizinho
Técnico: Alexandre Stanzioni

Funvic/Taubaté: Maurício Junior, Lorena, Dante, Thiago Sens, Maurício, Alberto e Diego (líbero)
entraram: Alemão, Leozão e Thiago Alves
Técnico: Cezar Douglas

foto: Jonas Barbetta/ Tuddo Comunicação

sábado, 30 de agosto de 2014

Campeonato Mundial inicia com festa polonesa em estádio

O Campeonato Mundial 2014 começou, nesta sexta-feira, com uma partida história entre Polônia e Sérvia, no estádio nacional de Varsóvia, que terminou com a vitória dos donos da casa por 3 sets a 0, parciais de 25/19, 25/18 e 25/18. Antes da partida ocorreu a festa de abertura da competição e as pessoas que lotaram as arquibancadas fizeram parte com um incrível mosaico.

Enquanto isso, faltando apenas dois dias para a estreia no Campeonato Mundial, a Seleção Brasileira treinou na Spodek Arena, local onde fará toda a primeira fase da competição e onde fará sua estreia, na segunda-feira, às 8h (horário de Brasília), contra a Alemanha. O time verde e amarelo busca o tetracampeonato, pois levou as três últimas edições: Argentina/2002, Japão/2006 e Itália/2010.

“O time evoluiu muito bem desde que voltamos da Liga Mundial. Foi um período muito produtivo de treinos e isso nos deixa muito confiantes. Claro que sabemos que vai ser uma competição muito difícil, temos uma estreia complicada contra a Alemanha, mas estamos treinando bem e vamos fazer o máximo para assegurar uma vitória na primeira partida”, disse o central Lucão, que esteve na conquista de 2010 ao lado de Bruninho, Murilo, Sidão, Leandro Vissotto e Mário Jr., que também estão no grupo deste ano.

“Treinamos tanto para chegar até aqui e, agora que está tão perto, temos uma sensação muito bacana. A ansiedade e a motivação aumentam. O time está preparado e não vemos a hora de estrear e correr atrás de mais um sonho de toda essa equipe. Vamos fazer o passo a passo, sabemos que vai ser difícil, mas o grupo está muito unido e focado no objetivo”, garantiu o levantador Raphael.

A Federação Internacional de Vôlei criou um site especial para o Campeonato Mundial, onde se pode conferir a tabela de jogos (com horário de Brasília), classificação atual, dicas, curiosidades e todas as estatísticas da competição. Confira aqui.

foto: FIVB/Divulgação