quinta-feira, 28 de abril de 2016

M.V. Selmer/Caramuru/Castro anuncia primeiros atletas para o Paranaense

Sem perder muito tempo, a diretoria do M.V. Selmer/Caramuru/Castro já anunciou os primeiros nomes do elenco para encarar o Campeonato Paranaense, que se inicia no dia 4 de junho. Foram confirmadas as permanências do oposto Caio Fernando, dos ponteiros Robinho e Peron, além dos centrais Thaleys e Edenilson. Em breve, mais jogadores devem ser anunciados pelo time do técnico Fabio Sampaio.

“Nesse período de abril a novembro, o time vai participar do Campeonato Paranaense e os Jogos Abertos. Durante esses meses eles serão avaliados para definirmos os melhores atletas para representar o Caramuru Vôlei na Superliga A. Sendo que no final de julho chegam 10 novos atletas de renome nacional que irão compor a equipe para apresentação de plantel. Esse período será importante para a identificação com os torcedores e com o município. Nossa expectativa é realizar um excelente campeonato, sempre com os pés no chão, mas ser uma equipe que vai surpreender”, declarou Fábio Sampaio.

Em meio a renovações de contrato e vinda de jogadores com potencial para levarem o M.V. Selmer/Caramuru/Castro ao título do Estadual e ainda garantirem um espaço no grupo que vai para a elite nacional, a diretoria trabalha para a reforma do ginásio Douglas Pereira. A expectativa é que o local já esteja completamente arrumado para a estreia, em casa, no Campeonato Paranaense, no dia 25 de junho, diante do Toledo.

foto: Studio Christian Christoforo

Restando menos de 100 dias, veja quem ainda disputa um lugar no Rio/2016

Restando menos de 100 dias para o início da Olimpíada no Rio de Janeiro, a movimentação é grande e não faltam sites, blogs, jornais e qualquer tipo de mídia para apontar favoritos e zebras. No caso do voleibol masculino ainda é cedo para apontar um prognostico, já que apenas sete das 12 vagas para o torneio já estão definidas e restam alguns torneios importantes.

Estão garantidos: Brasil (país-sede); Estados Unidos (campeões da Copa do Mundo); Itália (vice-campeã da Copa do Mundo); Argentina (campeão do Pré-Olímpico da América do Sul); Rússia (campeã do Pré-Olímpico da Europa); Cuba (campeã do Pré-Olímpico da Norceca) e Egito (campeão do Pré-Olímpico africano). Restando cinco vagas fica a expectativa para saber se seleções fortes como Polônia e França garantirão um lugar no pré-olímpico mundial, que ocorrerá no Japão de maio a junho.

O pré-olímpico mundial garantirá três vagas para o Rio/2016, porém o melhor asiático entra por uma vaga extra, já que o continente não tem pré-olímpico especifico. Estão na disputa Austrália, China, Irã, Japão, França, Polônia, Venezuela e Canadá. A última seleção ingressa através do Intercontinental, que contará com Chile, México, Argélia e Tunísia.

O Espaço do Vôlei aposta em Polônia, França e Irã com as vagas diretas no Pré-olímpico mundial, além da China, que deve ser o melhor asiático da competição. Já no Intercontinental é bom ficar de olho nos argelinos e correndo por fora está a seleção mexicana. Quanto as 12 equipes estiveram definidas faremos uma analise do que esperar de cada seleção no Rio de Janeiro.

foto: Divulgação

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Destaque da última Superliga, Lucas Lóh acerta ida para a Funvic/Taubaté

Depois de anunciar o oposto Wallace e o central Éder, que estavam no Sada/Cruzeiro, a diretoria da Funvic/Taubaté, foi buscar no Brasil Kirin o companheiro de posição para Lucarelli. Trata-se do jovem Lucas Lóh, convocado por Bernardinho visando a Liga Mundial e os Jogos Olímpicos do Rio, que foi um dos destaques da Superliga 2015/2016.

Lucas Lóh se destacou no voleibol com boa passagem pelo Vivo/Minas, tanto que acabou indo jogar na Polônia, com a camisa do Zaksa/Kędzierzyn-Koźle. Após uma temporada meio irregular na Europa, ele retornou ao país e com a camisa do Brasil Kirin fez grande temporada, sendo um dos destaques do time de Campinas, principalmente nos playoffs da semifinal contra a Funvic/Taubaté.

No time do Vale do Paraíba, o ponteiro terá a missão de substituir o ‘sanguíneo’ Lipe, que não renovou seu contrato. A diretoria da Funvic/Taubaté ainda anunciou as contratações do oposto Kaio, que retorna ao país depois de defender o Gas Pamvohaikos, da Grécia, e do líbero Matheus, que estava no São José dos Campos, ao lado de Mário Jr., que também atuará sob o comando de Cezar Douglas na temporada 2016/2017.

Com a intenção de fechar o plantel com 15 jogadores, a diretoria da Funvic/Taubaté ainda negocia a chegada de mais três atletas (um levantador, um central e um ponteiro) que tenham baixa pontuação no ranking da CBV, mas que possam agregar qualidade ao elenco. Vale lembrar que os opostos Leozão e Sanchez, os centrais Deivid, Ialisson e Lucas Rangel, os líberos Felipe e Diego, o ponteiro Ricardo e o levantador Pedro não tiveram seus contratos renovados.

foto: Célio Messias/Inovafoto/CBV

terça-feira, 26 de abril de 2016

Alexandre Stanzioni não é mais o treinador do Brasil Kirin

Em meio a muita movimentação no mercado de jogadores, a grande surpresa ficou por conta da saída de Alexandre Stanzioni do comando técnico do Brasil Kirin. Com a justificativa de redirecionamento do projeto, a diretoria do clube de Campinas resolveu não renovar os contratos de toda comissão técnica, incluindo o assistente Pedro Uehara e o preparador físico Ronaldo Finotti.

Alexandre Stanzioni chegou ao Brasil Kirin em abril de 2014, depois de passar um bom período trabalhando no São Bernardo. Na Superliga pelo time de Campinas acabou caindo nas quartas de final ao perder para o Minas Tênis Clube, porém na última edição conquistou o inédito vice-campeonato, perdendo apenas na decisão para o favorito Sada/Cruzeiro, após realizar três jogos sensacionais contra a Funvic/Taubaté na semifinal.

“Não chegou a ser uma decisão em conjunto, mas que fique claro que respeito a decisão. Provavelmente, em função do que pode acontecer no futuro, chegaríamos ao mesmo final, apenas fiquei chateado com a forma que este ciclo se encerrou. Um trabalho como este não deveria, na minha visão, terminar de forma unilateral e subjetiva, sem uma boa avaliação de todos, sem se levar em consideração os resultados práticos alcançados e superados, as alterações e inclusões de propostas de trabalho que comprovadamente surtiram resultados direto na nossa performance”, declarou Alexandre Stanzioni, em uma rede social.

No Brasil Kirin, o momento é de analisar o orçamento para a temporada 2016/2017, sendo que dispensas e contratações devem ser anunciadas nos próximos dias. Entretanto, alguns jogadores que se destacaram já estão dando adeus ao clube, caso do ponteiro Lucas Lóh, que assinou com a Funvic/Taubaté. Além dele, o central Maurício Souza deve ir para o voleibol italiano.

foto: Célio Messias/Inovafoto/CBV

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Tiago Barth é destaque em sua primeira temporada na Argentina

O Campeonato Argentino, também conhecido como Liga A1, terminou no último dia 14, com a conquista do hexa pela UPCN, após uma disputa sensacional contra o Personal Bolívar, que terminou em 3 jogos a 2. Entre os destaques da competição esteve o central Tiago Barth, que em sua primeira temporada na equipe de Javier Weber foi eleito para a seleção do torneio.

Depois de fazer a terceira melhor campanha na fase classificatória, o Personal Bolívar, que também conta com o ponteiro brasileiro Rapha, derrotou nas quartas de final o Gigantes Del Sul por 2 jogos a 0. Já nas semifinais, o adversário foi o Lomas (2º melhor na fase anterior) e a vitória foi com autoridade, fazendo 3 jogos a 0 e garantindo assim um lugar na decisão. 

Revelado pelo Bento Vôlei, Tiago Barth apareceu mesmo para o voleibol nacional durante as quatro temporadas que esteve no Sesi-SP, onde entre outros títulos conquistou o Sul-Americano em 2011. Após passagens por Funvic/Taubaté e Vôlei/Canoas acabou indo para a Argentina na última temporada, em sua primeira experiência no exterior.

foto: ACLAV/Divulgação

domingo, 24 de abril de 2016

Santo André volta a realizar peneira já pensando na temporada 2016/2017

Depois de encarar a Superliga B e nem chegar as quartas de final, a diretoria do Santo André resolveu apostar forte na base e depois de quatro anos realizou no início de abril uma peneira com atletas nascidos entre os anos de 1996 e 1997. A intenção do técnico Marcelo Madeira foi buscar jogadores para o time juvenil, que disputará o Campeonato Paulista da categoria, mas também de olho no aproveitamento profissional.

“Foram quatro longos anos sem a nossa famosa peneira, mas agora, diante de um planejamento minucioso, nós vamos conseguir reestruturar nossa base, que a partir de maio já irá disputar o estadual juvenil da modalidade”, declarou o assistente técnico e coordenador do projeto Celso Mariano.

“Para se ter uma idéia, os dez garotos que passaram na peneira, são os dez que estão aqui (treinando com o grupo). A gente gostou bastante, apesar de começar tarde, mas a garotada que passou está bem afim e agora é trabalhar para a gente colher fruto lá na frente (...) O foco agora é o Juvenil, então temos o primeiro turno iniciando em 31 de maio, jogamos o mês de junho inteiro. Teremos uma parada para os Jogos Regionais em julho e depois para a Olimpíada em agosto, sendo que o segundo turno será em setembro”, explicou o técnico Marcelo Madeira.

foto: Super Vôlei/Santo André/Divulgação

Sem André Nascimento, Montes Claros deve trazer oposto colombiano

A diretoria do Montes Claros vem trabalhando forte para fechar o elenco visando a temporada 2016/2017. Com as renovações dos centrais Rafael e Salsa, dos líberos Gian e Kachel, do ponteiro Bob e do levantador Índio, além das contratações do central Robinho e do ponteiro Jonatas, ambos vindos da Voleisul/Paquetá Esportes, o objetivo agora é anunciar um oposto e um levantador.

O campeão olímpico André Nascimento deve seguir para o exterior, possivelmente o voleibol asiático, enquanto Rodrigo Ribeiro não está nos planos do Pequi Atômico. Para os seus lugares são cotados o colombiano Ronald Jimenez, que está atuando no Chaumont, da França, e Murilo Radke, atualmente no Bydgoszcz, da Polônia. Os dois ainda estão com contrato em vigor com seus clubes e só serão anunciados após o encerramento de seus vínculos.

Por outro lado, o Montes Claros busca reforçar seu elenco e tem bem encaminhada a contratação do oposto Luan, que disputou a última Superliga pelo Copel Telecom/Maringá e tem a confiança do técnico Marcelinho Ramos, com quem trabalhou nos tempos de Vôlei Canoas. Além dele, o ponteiro Mão, do Voleisul/Paquetá Esportes também interessa. Com isso, Wagner, Juninho e Renan Purificação devem deixar o clube.

foto: Fredson Souza/MCV

sábado, 23 de abril de 2016

Ainda sem orçamento fechado, Brasil Kirin pode perder Lucas Lóh e Maurício

A diretoria do Brasil Kirin espera definir até o final do mês o orçamento para a temporada 2016/2017, porém aguarda ainda a definição do patrocinador máster e demais parceiros. Por conta disso, algumas conversas para manter a base do elenco já iniciaram, porém alguns jogadores receberam sondagens de outros clubes, como o central Maurício e o ponteiro Lucas Loh. 

Os dois jogadores, que estão na lista de Bernardinho de olho na Liga Mundial e no s Jogos Olímpicos Rio/2016, foram fundamentais na campanha do vice-campeonato da Superliga 2015/2016. Lucas Lóh teria proposta da Funvic/Taubaté, que procura um jogador da posição para o lugar de Lipe. Já Maurício Souza estaria nos planos do Trentino, da Itália.

Outros dois atletas que estarão a partir de segunda-feira em Saquarema treinando com a Seleção Brasileira estariam em conversas adiantadas para permanecerem no Brasil Kirin, casos do líbero Thiago Brendle, do oposto Wallace Martins e do levantador Gonzalez. Além deles, o técnico Alexandre Stanzioni também estaria apalavrado para continuar no clube.

foto: Célio Messias/Inovafoto/CBV