quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Vissotto ajuda a colocar o Monza pela primeira vez nos playoffs do Italiano

A equipe do Monza garantiu na última quarta-feira uma vaga nos playoffs da Serie A1 Italiana pela primeira vez em sua história. O time de Leandro Vissotto superou o Piacenza, na casa do adversário, por 3 sets a 2, parciais de 25/18, 25/22, 26/28, 17/25 e 15/12, sendo que o oposto brasileiro foi fundamental na vitória tendo marcado 23 pontos, sendo 20 de ataque e três de saque.

“Não foi o nosso melhor desempenho, relaxamos após o segundo set, mas o importante foi atingir o nosso objetivo (...) Venho crescendo a cada jogo fisicamente e tecnicamente e tendo percentuais melhores também. Estou muito feliz depois de tanto tempo longe do vôlei italiano”, disse Leandro Vissotto, que chegou ao clube há pouco mais de um mês.

O Monza aparece na 7ª posição, com 34 pontos, e na última rodada, no próximo domingo, da fase classificatória enfrenta o Trentino (3º colocado, com 59 pontos), dentro de casa. Resta ainda uma vaga para os playoffs, que será definida em um confronto direto entre o Ravenna e o Vibo Valentia.

foto: Elena Zanutto/Monza

(Superliga) De virada, Lebes/Gedore/Canoas vence Copel Telecom/Maringá

Na partida mais emocionante, até aqui, da 8ª rodada do returno da Superliga 2016/2017, o Lebes/Gedore/Canoas venceu, de virada, o Copel Telecom/Maringá por 3 sets a 2, parciais de 17/25, 21/25, 25/23, 25/23 e 15/11, no ginásio La Salle. Com o resultado, o time gaúcho chegou aos 22 pontos e segue na 8ª posição, ou seja, dentro da zona de classificação para os playoffs, enquanto a equipe paranaense continua no 10º lugar, com 13 pontos ganhos.

O primeiro set iniciou com o Copel Telecom/Maringá dominando as ações: 5 a 8 e com os donos da casa errando demais, principalmente o saque, sendo que o placar chegou a ser de 13 a 20. O técnico Marcelo Fronckowiak ainda tentou mexer no time gaúcho, mas sem efeito, sendo que no final, com destaque para o ponteiro Sergio Felix, os paranaenses fecharam em 17 a 25.

Com as entradas de Felipe Hernandez e Gabriel, o Lebes/Gedore/Canoas iniciou melhor o segundo set: 2 a 0, porém, o time paranaense forçou bastante o saque e equilibrou o duelo: 8 a 8. A partida seguiu parelha e no bloqueio sobre Alison Bastos, o Copel Telecom/Maringá fez 17 a 21. No final, os visitantes conseguiram administrar o placar e fechar em 21 a 25.

Precisando vencer para evitar a derrota, o técnico Marcelo Fronckowiak ousou na terceira parcial. Alison Bastos saiu da posição de oposto, onde atuou nos dois primeiros sets, para jogar de ponta, com Thomaz entrando na saída. As mudanças fizeram efeito e confundiram o adversário. Alison Bastos foi o destaque da parcial e em um ataque de Giovanni pelo meio, os gaúchos fecharam em 25 a 23.

O quarto set, decisivo para ambas as equipes, começou com vantagem da equipe da casa. Consistente no saque com ataques fortes, o Lebes/Gedore/Canoas conseguiu se impor sobre o Copel Telecom/Maringá durante boa parte da parcial. Mesmo com uma reação do visitante, a equipe gaúcha fechou o set novamente em 25 a 23, após ataque pra fora de Renato Hermely.

Como era de se esperar, o tie-break foi equilibrado e tenso para ambas as equipes, com muitos erros nos dois lados. No entanto, pouco antes da metade do set, o time da casa contou com dois erros seguidos do ponteiro Sergio para abrir vantagem de três pontos. A partir daí, o time da casa administrou o placar e fechou o tie-break em 15 a 11 no bloqueio de Ialisson.

“Não estamos em uma situação fácil, mas vamos motivar nosso time, vamos buscar uma solução para chegar o mais próximo possível do oitavo colocado, até porque ainda temos uma chance remota de classificação. Precisamos dessas três vitórias de qualquer jeito até para não correr o risco de um rebaixamento. Vamos voltar a treinar no domingo, vou tentar ao máximo ajustar o que temos que ajustar e é na base da conversa o do treino que vamos nos acertar”, explicou o treinador Renato Lúcio.

As duas equipes voltam a quadra no dia 4 de março. O Lebes/Gedore/Canoas encara o São Bernardo, às 11h, no ginásio Adib Moyses Dib, enquanto o Copel Telecom/Maringá pega o Minas Tênis Clube, às 18h, no ginásio Chico Neto.

Equipes:

Lebes/Gedore/Canoas: Evandro, Alison Bastos, Ialisson, Giovanni, Composto, Alisson Melo e Thales (líbero)
entraram: Felipe Hernandez, Thomaz, Gabriel, Alemão e Maurício
técnico: Marcelo Fronckowiak

Copel Telecom/Maringá: Ricardinho, Sérgio Felix, Renato Hermely, Marcílio, Aureliano, Michael e Felipe (líbero)
entraram: Mudo, Secco, Guilherme Gentil, ualas e Pedro
técnico: Renato Lúcio

foto: Fernando Potrick/Gama

(Superliga) Minas Tênis Clube bate Caramuru/Castro e se aproxima dos playoffs

O Minas Tênis Clube derrotou o Caramuru/Castro por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/22 e 25/17, na Arena, em Belo Horizonte, pela 8ª rodada do returno da Superliga 2016/2017. Com o resultado, a equipe mineira permanece na 7ª colocação, agora com 26 pontos, bem perto de conseguir a vaga nos playoffs. Já o time paranaense segue com cinco pontos, na lanterna, e está praticamente rebaixado.

Uma das armas do Minas Tênis Clube para conquistar a vitória foi o ataque pelo meio, com os centrais Flávio e Pétrus. As bolas rápidas foram fundamentais para a virada dos donos da casa no segundo set, quando o Caramuru/Castro estava em vantagem no placar. No primeiro set, o jogo foi mais equilibrado e bem disputado entre as equipes, mas com destaque para o oposto Felipe, os mineiros venceram por 25 a 23. Já no terceiro set, o Minas Tênis Clube soube aproveitar as oportunidades e dominou a parcial

“Nosso entrosamento com o Gelinski vem melhorando com o tempo. É o primeiro ano que jogo com ele. Agora, as coisas estão caminhando. Não só eu e o Flávio, pelo meio, mas todos estão fazendo um jogo de qualidade. Nosso saque foi muito importante no jogo hoje, não tivemos muitos erros. O jogo de hoje é um tipo de jogo perigoso, se você não perceber, relaxa e perde o controle. Mas, o time está de parabéns. No primeiro set erramos muito, mas saímos na frente e depois melhoramos no decorrer do jogo”, declarou o central Pétrus.

“Faltou concentração, garra, coragem, um ponto de equilíbrio. Estamos pagando pela incompetência e inexperiência de jogadores e nosso, da Comissão Técnica (...) Para evitar ainda mais desgaste, eles se reapresentam na segunda-feira para iniciar a semana de treinamento”, analisou o treinador Fabio Sampaio.

As duas equipes voltam a quadra no dia 4 de março. O Minas Tênis Clube encara, às 18h, o Copel Telecom/Maringá, no ginásio Chico Neto, enquanto o Caramuru/Castro, às 20h, recebe o Bento Vôlei/Isabela, no ginásio Padre José Pagnacco.

Equipes:

Minas Tênis Clube: Thiago Gelinski, Felipe Roque, Mão, Bisset, Flávio, Pétrus e Rodriguinho (líbero)
entraram: Carísio, Abouba, Willian e Thiago Vanole
técnico: Nery Tambeiro

Caramuru/Castro: Diego, Gustavo, Robinho, Thales, Peron, Edy e Mendel (líbero)
entraram: Eric, Edgar, Matheus, Caio e Cris
técnico: Fábio Sampaio.

foto: Orlando Bento/MTC

(Superliga) Bento Vôlei/Isabela supera o JF Vôlei e segue na briga pelo G-8

Contando com o apoio de mais de 700 pessoas, o Bento Vôlei/Isabela venceu o JF Vôlei por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/22 e 25/23, no ginásio municipal de Bento Gonçalves, pela 8ª rodada do returno da Superliga 2016/2017. Com o resultado, a equipe gaúcha se manteve na 9ª posição, mas agora com 18 pontos, ou seja ainda na briga pelos playoffs, enquanto o time mineiro parou nos 27 pontos e permanece na 6ª colocação.

O confronto começou melhor para o Bento Vôlei/Isabela que de forma arrasadora chegou a abrir seis pontos sobre o adversário. A partir da vantagem obtida, os comandados do técnico Paulão administraram o placar e fecharam o primeiro set por 25 a 21. A segunda parcial foi mais equilibrada. As duas equipes travaram um duelo ponto a ponto até o fim do set, porém nos pontos finais, a recepção e o bloqueio dos donos da casa fizeram a diferença e o time gaúcho fez 25 a 22. O terceiro set foi, novamente, acirrado e após alternâncias no placar, o Bento Vôlei/Isabela venceu por 25 a 23.

“Eu atribuo a vitória a atitude, era isso que estávamos procurando. O time jogou mais 'redondo', mais seguro, mais tranquilo, isso nos dá a condição de pensarmos um pouco mais, respirar e continuar sonhando com a classificação”, citou o técnico Paulão

“Conseguimos deixar tudo em quadra. A equipe foi coração, tática e técnica e assim que temos que seguir até o fim da Superliga”, disse o levantador Sandro.

As duas equipes voltarão à quadra no dia 4 de março. O Bento Vôlei/Isabela encara o Caramuru/Castro, às 20h, no ginásio Padre José Pagnacco. Já o JF Vôlei faz um duelo mineiro contra o Montes Claros, às 18h, no ginásio da UFJF. 

Equipes:

Bento Vôlei/Isabela: Sandro, Wagner, Clint, Deivid, Michel, Zé Ricardo e Daniel (líbero)
entraram: Rivoli e Tarcisio
técnico: Paulão

JF Vôlei: Rodrigo Ribeiro, Renan, Rammé, Ricardo Júnior, Bruno, Diego Almeida e Fabio Paes (líbero)
entraram: Adami, Juan Moreno, Raphael, Franco Drago, Romulo e Juan Mendez
técnico: Henrique Furtado

foto: Enio Bianchetti

(Superliga) Funvic/Taubaté derrota São Bernardo e assume vice-liderança

Na abertura da 8ª rodada do returno da Superliga 2016/2017, a Funvic/Taubaté derrotou o São Bernardo por 3 sets a 1, parciais de 25/20, 25/17, 23/25 e 25/20, no ginásio do Abaeté. Com o resultado, a equipe do Vale do Paraíba chegou aos 45 pontos e assumiu, pelo menos temporariamente, a vice-liderança, enquanto o time do ABC parou nos 12 pontos e permanece na 11ª posição.

O inicio do jogo foi bastante equilibrado, as equipes errando muitos saques, e dificultando a ação de seus atacantes, logo a experiência da Funvic/Taubaté prevaleceu e a vitórias foi de 25 a 20. Iniciando o segundo set com mais agressividade, os donos da casa logo abriram vantagem e conseguiram manter a dianteira por todo o set e fechou a parcial em 25 a 17.

Com 2 sets a 0, o técnico Cezar Douglas aproveitou para dar ritmo a alguns atletas, e a equipe de São Bernardo entrou pro tudo ou nada no terceiro set. Os comandados de Douglas Chiarotti começaram em vantagem e foram mantendo até fecharem em 23 a 25. Para o quarto set, os donos da casa entraram mais concentrados, com melhora no saque e mais oportunidades de contra ataques, acabaram vencendo por 25 a 20.

“Foi um resultado importante para continuarmos nas primeiras posições, independente de outros resultados. Tenho consciência que no jogo de hoje, poderíamos ter colocado um ritmo melhor e mais forte do início ao fim, mas agora vamos descansar um pouco e retornar na segunda feira para trabalhar para o jogo contra o Campinas”, declarou o técnico Cezar Douglas.

As duas equipes voltam a quadra no dia 4 de março. A Funvic/Taubaté encara o Brasil Kirin, às 18h, no ginásio do Taquaral, enquanto o São Bernardo, às 11h, pega o Lebes/Gedore/Canoas, no ginásio Adib Moyses Dib.

Equipes:

Funvic/Taubaté: Rapha, Wallace, Japa, Lucas Loh, Éder, Otávio e Mário Jr. (líbero)
entraram: Danilo Gelinski, Vini, Renan e Kaio
técnico: Cézar Douglas

São Bernardo: Brasília, Gabriel, Vini, Lucas Madaloz, Wennder, Babu e Carrasco (líbero)
entraram: Yago, Pernambuco, Matoso e Ademar
técnico: Douglas Chiarotti

foto: Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté

(Sul-Americano) Argentinos se classificam e Sada/Cruzeiro vence Montes Claros

A segunda rodada do Sul-Americano de Clubes foi de classificação antecipada para os representantes da Argentina. No primeiro jogo do dia, o Personal Bolívar derrotou o San Martin por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/13, 25/16, enquanto na sequência, o UPCN bateu o Club Unilever por 3 sets a 1, parciais de 22/25, 25/21, 25/21, 25/20. Com isso, as duas equipes argentinas, que se enfrentam nesta quinta-feira, passaram as semifinais da competição.

Na primeira partida, o Personal/Bolívar impôs desde o início uma superioridade diante do time boliviano, que viajou para o torneio com apenas dez jogadores. Os comandados de Javier Weber souberam controlar as ações e venceram por 25 a 17 no primeiro set. Na parcial seguinte, os argentinos passaram por cima ganhando por 25 a 13, enquanto no terceiro set, embora o San Martin quisesse reagir, não conseguiu devido a boa atuação dos hermanos, que tiveram o ponteiro Lucas Ocampos como destaque.

No segundo jogo, o Club Unilever surpreendeu a UPCN no primeiro set vencendo por 22 a 25. Com um jogo rápido, principalmente no ataque, os argentinos rapidamente se reencontraram na partida. O central Gustavão foi um dos melhores em quadra, ajudando a equipe a vencer por 25 a 22. A partida era equilibrada, porém os comandados de Fabian Armoa tinham mais tranquilidade na hora de definir o jogo e no terceiro set fizeram 25 a 21. Na quarta parcial, o que se viu foi uma repetição das parciais anterior com vitória da UPCN por 25 a 20.

No encerramento da rodada, o Sada/Cruzeiro derrotou o Montes Claros por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/23 e 25/15, em sua estreia na competição, que ocorre no ginásio Tancredo Neves. Com muita agressividade, trabalhando bem o saque e a virada de bola, a Raposa dominou a partida, mostrando que entra firme na luta pelo tetracampeonato continental.

“Nosso time está em um bom momento. Estamos em ótima forma, treinando bem. E fizemos uma boa partida aqui hoje, com tranquilidade. Acho que temos que melhorar nosso trabalho nos momentos em que abrimos vantagem. Temos que pegar confiança e manter o foco para não dar chances ao adversário de pegar ritmo de jogo”, analisou o central Simon.

Nesta sexta-feira ocorre a última rodada da fase classificatória. Às 16h45min, o Unilever enfrenta o San Martin, enquanto às 18h15min, o Sada/Cruzeiro pega o Bohemios, e para encerrar, às 20h15min, a UPCN faz o clássico argentino diante do Person/Bolívar.

foto: Fredson Souza/MCV

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

(Superliga) Sesi-SP e Brasil Kirin duelam nesta quinta-feira na Vila Leopoldina

Nesta quinta-feira, às 21h55min, o Sesi-SP recebe o Brasil Kirin, no ginásio da Vila Leopoldina, pela 8ª rodada do returno da Superliga 2016/2017. Na vice-liderança, com 42 pontos, o time paulistano precisa da vitória para se firmar na posição, já que vem sendo ameaçado pela Funvic/Taubaté (42 pontos) e pela própria equipe de Campinas, hoje a 4ª colocada, com 40 pontos. A partida terá transmissão da Rede TV!

Uma vitória para os comandados do técnico Marcos Pacheco, além de ampliar a vantagem sobre os campineiros, só aumenta o retrospecto que já é favorável à equipe da capital paulista. O primeiro confronto entre os times pela Superliga foi na temporada 2010/2011, quando o Sesi-SP se sagrou campeão pela primeira vez. Desde então, foram dezessete duelos, com dez vitórias do time da capital, sendo quatro válidas pela fase dos playoffs.

“Esse jogo é muito importante porque será um duelo direto pelo segundo lugar na classificação. O Brasil Kirin é uma equipe que tem muito volume e joga com velocidade. Vamos tentar neutralizar o ataque deles. Sabemos da responsabilidade desse jogo e estamos no preparando para fazer uma boa partida”, comentou o técnico Marcos Pacheco.

Pelo lado do Brasil Kirin, o técnico Horácio Dileo faz questão de elogiar o adversário e ressaltar a dificuldade da partida. Entretanto, a equipe de Campinas vem embalada pela vitória duríssima diante do Montes Claros, na rodada passada, no ginásio Taquaral. Além disso, a possibilidade de chegar a vice-liderança faz com que o grupo pense em algo ainda mais promissor nos playoffs.

“Será um jogo difícil. O Sesi-SP é um time que tem excelentes lideranças dentro e fora da quadra. O Marcos Pacheco é uma dos melhores treinadores do Brasil. Estamos focados na melhora no nosso jogo e entendemos a importância desse duelo", explicou o técnico Horácio Dileo. 

“São duas equipes que brigam na mesma zona na classificação e pelos mesmos objetivos, então não dá para esperar outra coisa senão um jogo tenso, nervoso, disputado a cada bola. Eles têm essa pequena vantagem por estarem ao lado da torcida, mas vamos entrar para fazer nosso melhor e manter esse padrão que estamos apresentando”, comentou o central Vini.

Equipes:

Sesi-SP: Bruninho, Theo, Fábio, Douglas Souza, Aracaju, Lucão e Serginho (líbero)
técnico: Marcos Pacheco

Brasil Kirin: Rodriguinho, Rivaldo, Bruno Temponi, Diogo, Maurício Souza, Vini e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Horácio Dileo

foto: Divulgação

Sem descaso dos treinos, Alfa/MonteCristo/Teuto entra no ritmo do CarnaVôlei

O dias de folia do Carnaval não serão de descanso para os jogadores do Alfa/MonteCristo/Teuto. Devido a Superliga B, a semana de festa será de treinamento intensificado, com os exercícios começando na próxima quinta-feira e com folga apenas no domingo. O foco é desenvolver o espírito de equipe, aperfeiçoar a técnica para crescer taticamente o conjunto e melhorar o foco.

O Alfa/MonteCristo/Teuto aparece na 5ª posição, com oito pontos, tendo conquistado três vitórias e sofrido três derrotas até aqui na Superliga B. As duas últimas rodadas da fase classificatória serão importantes para definir a colocação da equipe nos playoffs, sendo que cinco times (Upis, Botafogo, Apan/Barão/Blumenau, Uberlândia/Gabarito e Alfa/MonteCristo/Teuto) estão com poucos pontos de diferença na tabela.

“Faremos treino em dois turnos, será o CarnaVôlei (...) O nosso objetivo inicial é ficar entre os seis primeiros colocados na fase classificatória, assim, já conquistamos uma vaga para a Superliga B de 2018” , explicou o técnico Paulo Martins, que prepara o time visando o duelo contra o Botafogo, no dia 4 de março, no Rio de Janeiro.

foto: Divulgação